Archive for andre

Monitor cardíaco

O que é um monitor cardíaco?

Um monitor cardíaco é um pequeno equipamento eletrônico que pode ser usado para acompanhar e observar o funcionamento do coração de forma contínua, permitindo às pessoas mensurarem de alguma forma sua frequência cardíaca durante o repouso ou realização de alguma atividade, como por exemplo uma caminhada ou corrida. Versões mais complexas permitem aos médicos verem quaisquer sinais de deterioração ou melhoria e assim tomar as medidas certas imediatamente.

Tipos de monitores cardíacos

Hoje, monitores cardíacos são produzidos por muitas empresas e projetados para diversos tipos de pessoas. Alguns monitores cardíacos, por exemplo, são projetados especificamente para programas de perda de peso enquanto que outros são desenvolvidos para o uso por atletas ou em programas de fitness. Alguns são pequenos e sem fio, ficando “amarrados” ao pulso, similares a relógios, enquanto que outros podem ser maiores ou virem acoplados a outros equipamentos, como em bicicletas ergométricas mais sofisticadas. E quanto ao seu funcionamento, também dependerá da finalidade do monitor. Monitores cardíacos fetais, por exemplo, não emitem ondas eletromagnéticas (comuns em outros monitores cardíacos), uma vez que isso pode afetar a saúde do bebê.

Escolhendo o monitor cardíaco certo para você

Monitores com cinta torácica – monitores cardíacos com cinta torácica geralmente são os monitores mais precisos, principalmente se não são usados corretamente. A cinta é amarrada em torno do tórax e contém um dispositivo capaz de detectar a atividade elétrica do coração e transmiti-la à unidade de processamento do dispositivo – assim como um ECG. Os resultados são mostrados em um monitor, que na maioria das vezes pode ser usado em seu pulso como um relógio. Entretanto, há opções de dispositivos que permitem o envio das informações em formato auditivo por meio de fones de ouvido.

Quem utilizar-se de tal tipo de monitor deve lembrar-se de prender bem a cinta e não a deixar folgada, pois isso pode tornar bastante imprecisa a leitura da frequência cardíaca.

Há outras opções de monitores cardíacos, como aqueles que o fazem a partir do pulso (também similares a relógios) ou a partir de prendedores na ponta dos dedos, entretanto estes outros modelos podem não ser tão precisos quanto aqueles que se utilizam da cinta torácica.

Se você pretende comprar um monitor cardíaco, você precisa perguntar-se sobre quão preciso deve ser o aparelho bem como a forma e finalidade com que você espera utilizá-lo. E por fim, lembre-se de que o uso de um monitor cardíaco não o libera da responsabilidade de realizar suas consultas em um médico regularmente.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Que suplemento tomar para acelerar queima de gordura?


Suplementos para queima de gordura

Pergunta de Patrícia, de Petrópolis: Frequento academia há algumas semanas com o objetivo de perder peso, mas o processo está bastante lento, então gostaria de alguma orientação quanto a qual o melhor suplemento para acelerar a queima de gordura, lembrando mais uma vez que já pratico exercícios físicos e regulo melhor minha dieta. Claro, estou procurando um confiável, que eu possa consumir sem expor-me a riscos.

Resposta: há diversos tipos de suplemento no mercado que prometem acelerar o processo de queima de gordura, entretanto alguns deles acabam por ser proibidos pela Anvisa devido a possíveis complicações. Tais proibições podem acontecer até mesmo a produtos que se encontravam liberados no mercado há muitos anos, então mesmo que você já esteja consumindo um certo suplemento há alguns meses e na época não tenha encontrado notícias contrárias ao seu uso, é importante voltar a verificar periodicamente se o uso do mesmo continua liberado!

Quanto aos suplementos, falaremos sobre algumas substâncias ativas encontradas em suplementos que são empregados na queima da gordura:

  • Glutamina:  para quem pratica esportes, esta substância participa da obtenção da conhecida “carne magra”, isto é, construção de tecidos orgânicos livres de gordura, auxiliando assim no ganho de massa muscular. Além disso, por acelerar o metabolismo acaba por ajudar na queima da gordura;
  • L-Carnitina: já esta substância atua diretamente sobre a gordura armazenada em nosso corpo, facilitando o uso da mesma nos exercícios físicos e, assim, queimando a mesma. Os melhores horários para o consumo de suplementos com L-Carnitina são antes do café da manhã e pouco antes das sessões de exercícios aeróbicos;
  • Cafeína: muito conhecida por seu efeito em energéticos, ela também pode ajudar na queima da gordura, por se tratar de uma substância termogênica. Entretanto, para conseguir tal objetivo, é importante que seja consumida em concentrações moderadas e, preferivelmente, acompanhada de guaraná, caso contrário, o uso em excesso pode levar à retenção de líquidos, causando assim efeito contrário ao desejado.

Há várias outras substâncias que podem atuar como suplemento para queima de gordura, e há também substâncias que agem como bloqueadores de certos nutrientes com o intuito de facilitar o metabolismo da gordura ou reduzir a sua absorção, como é o caso do Chitosan, um bloqueador de gorduras sintetizado a partir de fibras de frutos do mar. Entretanto, por ser originado de frutos do mar, pessoas que são alérgicas aos mesmos não devem consumi-lo. A ação do mesmo ocorre no intestino, evitando que a gordura seja absorvida.

Claro, não se deve usar tais suplementos e bloqueadores sem a adoção de uma dieta equilibrada e prática de exercícios físicos, vitais em qualquer processo de perda de peso. Além disso, é muito importante uma consulta a um nutricionista para receber as devidas orientações desse profissional.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Benefícios dos exercícios aeróbicos



Se você já pratica exercícios aeróbicos, parabéns, pois já está no caminho certo para ter uma boa saúde. Mas se você não pratica, não se preocupe, pois ainda há tempo de começar a praticar alguns e, depois de ler este nosso artigo, é bem provável que você encontre vários motivos para isso.


Exercícios aeróbicos possuem geralmente uma duração mais longa e ajudam a desenvolver maior resistência ao nosso corpo. Chamam-se assim pois exigem muito mais de nossa respiração do que os ditos anaeróbicos, onde há um maior trabalho quanto ao esforço muscular, mas com uma duração bem mais curta. Alguns exemplos são caminhar, correr, nadar e andar de bicicleta,


Exercícios aeróbicos são, de diversas formas, estimulantes para o nosso corpo e mente. Manter-se sempre ativo é com certeza uma ótima forma de garantir que não “enferrujaremos”, isto é, que nosso corpo e mente se encontrarão sempre prontos para os desafios que podemos enfrentar ao longo do dia. Bem, agora falemos mais especificamente sobre alguns benefícios da prática de exercícios:


Desenvolve o sistema cardiovascular


Tais exercícios aumentam a circulação sanguínea, o que é muito bom, pois ajuda, por exemplo, a reduzir o acúmulo de colesterol nos vasos sanguíneos. Além disso, quando realizado de forma adequada e moderada, ajuda no desenvolvimento da musculatura do coração.


Reduz as chances de contrair algumas DCNT’s


DCNT é a sigla para doença crônica não-transmissível e algumas delas que podem ser evitadas por meio da prática de exercícios são a obesidade e a hipertensão arterial. A última acaba sendo suprimida ou pelo menos amenizada pelos benefícios à circulação sanguínea e a primeira pela queima de calorias e gordura.


Ajuda na perda de peso


E essa mesma queima de calorias e gordura é essencial para quem precisa perder peso. Sendo assim, a prática constante de tais exercícios, juntamente com uma boa alimentação, é elemento-chave para o controle do peso, bem como para manter o corpo em forma.


Garante mais energia ao corpo


Quanto mais ativos nos tornamos, melhor nosso corpo consegue absorver e utilizar a energia dos alimentos, assim, praticar esportes ou mesmo correr pelas manhãs pode ser uma ótima forma de garantir que se conseguirá a energia necessária para o desempenho das demais tarefas ao longo do dia!


Espero que estas sejam razões suficientes para acreditar nos benefícios dos exercícios aeróbicos, mas se mesmo assim você ainda não está convencido, não há problemas, pois basta uma rápida pesquisa na internet para identificarmos muitos outros bons motivos!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Razões para exercitar-se


Você pode ir a uma academia ou até mesmo ter um personal trainer, mas no final das contas, se você deseja conseguir bons resultados por meio de exercícios físicos, é você quem precisará fazê-los. Não é possível delegar tal responsabilidade a outra pessoa – e talvez seja por isso que muitos até iniciam as atividades físicas, mas logo as interrompem. E é por isso que é tão importante encontrarmos boas razões para exercitar-se, a fim de evitar que desistamos no primeiro obstáculo que encontremos.


Se você se encontra um pouco acima do peso, a prática de exercícios físicos podem ajudá-lo tanto no processo de queima de calorias (perdendo-se assim aqueles quilos a mais) como na definição de seu corpo, evitando-se assim aquela pele flácida. E claro, as vantagens aqui não são somente estéticas, mas também para a sua saúde!


Se você sofre de obesidade, então você realmente precisa mudar a sua rotina e incluir a prática de exercícios físicos nela. Muitos acreditam que basta ir a um nutricionista e seguir uma dieta, mas não, a prática de atividades físicas também será essencial para o sucesso na luta contra o sobrepeso. Combatendo-se a obesidade, você estará garantindo uma vida mais saudável, reduzindo os níveis de colesterol e os riscos de desenvolver hipertensão arterial.


Se você apresenta hipertensão arterial, realizar 30 a 40 minutos de exercícios aeróbicos moderados diariamente reduzem as chances de sua pressão arterial elevar-se. E isso é bom não somente para quem é hipertenso, mas para qualquer outra pessoa, pois além de ajudar no controle da pressão arterial, os exercícios também ajudam na manutenção de nosso sistema cardiovascular.



Como exercitar-se?


Há várias maneiras de exercitar-se e não estão limitadas àquelas que podemos desempenhar em uma academia. Se desejar, você pode ter em sua própria casa uma bicicleta ergométria ou esteira e assim usar-se das mesmas no conforto do seu lar.


Você também pode alterar um pouco a sua rotina. Se você mora perto do local de trabalho, prefira ir a pé em vez de usar o carro. Convide seus amigos para uma caminhada ou corrida aos sábados – exercitar-se também pode ser uma ótima forma de reunir seus amigos.


Enfim, o que não falta são razões para exercitar-se e, assim, manter-se em forma todos os dias. Você deveria realmente pensar nisso e quebrar qualquer rotina sedentária que há em sua vida – pare para pensar, não vale a pena viver uma vida mais saudável e, consequentemente, mais feliz?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Exercícios físicos e hipertensão arterial


O estilo de vida que muitos de nós hoje temos talvez não seja o mais saudável: muitas comidas gordurosas, industrializadas ou enlatadas, estresse intenso em nosso local de trabalho e nível de sedentarismo cada vez mais alto. Diante de um quadro como esse, cedo ou tarde há um problema de saúde que poderá acometer tal pessoa: a hipertensão arterial. Uma pessoa encontra-se hipertensa quando há maior propensão à sua pressão arterial encontrar-se acima do limite máximo saudável, o que pode levar a vários problemas cardiovasculares.


Assim, seguindo algumas recomendações da medicina contemporânea, é recomendado que pessoas hipertensas pratiquem exercícios físicos a fim de melhor controlarem seus níveis de pressão arterial. Mas, afinal de contas, qual a relação entre exercícios físicos e hipertensão arterial?


Por meio de exercícios físicos, podemos melhor controlar nosso ritmo cardíaco, de forma que ao precisarmos requerer um pouco mais de esforço de nosso corpo a pressão arterial não acaba por elevar-se tanto. Além disso, tais exercícios também podem contribuir com a redução do colesterol bem como manutenção do sistema cardiovascular, o que também contribui com a redução dos riscos da pressão arterial atingir níveis perigosos.


Quem já consultou um cardiologista talvez saiba que, devido à pressão arterial alta, pode-se desenvolver um quadro de ataque cardíaco (infarto). Mas como já vimos anteriormente, as atividades físicas que executamos pode ajudar-nos no controle da pressão sanguínea, de tal forma que contribui indiretamente na redução do risco de um ataque cardíaco.


Pesquisas apontam que pessoas hipertensas que realizam pelo menos 40 minutos de caminhada diariamente reduzem em muito as chances de apresentarem uma súbita elevação da pressão arterial ao longo do dia.


Sendo assim, fica bem claro que é muito importante a prática de exercícios físicos por aqueles que apresentam hipertensão arterial, mas essa prática deve ser feito de acordo com as capacidades físicas de cada qual, então, é muito importante o acompanhamento de um médico.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dores musculares


Conforme envelhecemos, muitos começam a sentir mais dores musculares bem como nas articulações. E como esta é uma reclamação comum, alguns acabam por considerar tais dores como sendo algum comum, que não pode ser evitado – e talvez este seja o grande erro deles.


Às vezes, essas dores são tão fortes pela manhã que, ao acordarem, qualquer movimento parece ser impossível de ser feito. Se este é o seu caso, talvez você já tenha percebido que, após algum tempo movimentando-se ainda na cama, fica muito mais fácil levantar-se. Isso acontece porque, após um rápido aquecimento, nossas articulações começam a ficar um pouco melhor lubrificadas, bem como nossos músculos podem relaxar um pouco mais, aliviando assim a tensão.


Muitas vezes, temos dores muito fortes e podemos até imaginar que se trata de algum problema nas articulações, mas na verdade o problema se encontra nos músculos, nos tendões (que ligam os músculos aos ossos) e nas articulações. E é por isso que a realização de algumas atividades físicas moderadas matinalmente pode ajudar tanto a aliviar as tais dores musculares.


Outra possível razão para tais dores pode ser uma rotina bastante estressante – e isso pode ocorrer a qualquer um, independente de idade ou sexo, mas ocorre mais frequentemente em adultos, devido a uma vida profissional bastante conturbada. Sendo assim, uma outra medida a ser tomada a fim de reduzir tais dores é reduzir os níveis de estresse. Sim, sabemos que nem sempre é fácil reduzir o nível de estresse no local de trabalho, mas se isso não é possível, então há sempre uma outra alternativa…


E a outra alternativa pode ser a prática de meditação em sua própria casa! Sim, ao chegar do trabalho, tome um bom banho e depois tire 15 ou 30 minutos para descansar e realizar um pouco de meditação – é fácil encontrar livros e CDs de áudio que poderão ajudá-lo a relaxar e meditar.


Estas são somente algumas dicas para quem sofre de dores musculares e deseja livrar-se delas, mas há muitas outras. Se desejar, basta acompanhar nosso blog e ler nossos próximos artigos, para aprender mais sobre como cuidar de sua saúde!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS