Tag Archive for pressão baixa

Choque (por pressão baixa)

A pressão arterial, quando muito baixa (hipotensão arterial), pode ocasionar o choque, que é a consequência de uma diminuição do volume sanguíneo devido ao mau funcionamento do bombeamento do sangue do coração ou da dilatação abusiva das paredes dos vasos sanguíneos.

Na hipotensão arterial podem ocorrer desmaios, fraqueza e vertigem, porém, quando se torna algo prolongado as consequências podem se agravar, levando a um suprimento sanguíneo inadequado e as lesões celulares podem ser rápidas e irreversíveis, levando o paciente à morte.

Sintomas

Existem diversos sintomas que um indivíduo pode apresentar quando está em choque por pressão arterial baixa. Porém em cada caso, a pessoa pode apresentar sintomas diferentes. Quando a queda da pressão é causada pelo bombeamento inadequado do sangue ou o baixo volume sanguíneo, os sintomas podem ser:

  • No início o paciente pode apresentar cansaço, sonolência e perturbação mental;
  • Depois a pele pode demonstrar uma cor azulada e pálida;
  • Pulsação e respiração mais lentas;
  • Por fim, o paciente pode desmaiar e muitas vezes, o choque pode levar a pessoa à morte.

Se a hipotensão arterial for causada pela dilatação dos vasos sanguíneos, o paciente pode demonstrar alguns dos sintomas já citados, porém a pele fica mais ruborizada e quente.

Causas do choque

O choque causado pela pressão arterial baixa pode ser consequência de vários fatores como:

  • Perda excessiva do sangue: Quando uma pessoa perde sangue de forma incontrolada, pode consequentemente ocorrer o choque, pois a pressão arterial diminui drasticamente. A perda do sangue pode ser causada por um acidente por qualquer outro motivo que leve a ruptura de um vaso sanguíneo. O sangramento interno de órgãos também pode levar a pessoa ao choque, pois a pressão arterial cai bruscamente;
  • Desidratação: A desidratação faz com que o indivíduo perca potencialmente água do organismo, assim, a falta de líquidos pode ocasionar a hipotensão arterial, levando o paciente ao choque;
  • Reações alérgicas: Picadas de inseto ou alergia a medicamentos podem ser fatores que causam o choque por pressão baixa;
  • Intoxicação: As intoxicações causadas por medicamentos, alimentos estragados ou envenenamento podem ser outros causadores do choque.

A pessoa que apresentar quaisquer dos sintomas citados deve imediatamente procurar ajuda médica, antes que o quadro se agrave, pois a queda brusca da pressão arterial pode ser excessiva e prolongada, ocasionando assim o choque que pode levar a pessoa à falência.

Para evitar que isso ocorra, é fundamental o tratamento que controla a hipotensão arterial, a fim de que a situação não seja agravada.

Tratamento

Em qualquer situação, quando detectada a queda da pressão arterial, é fundamental seguir orientações médicas, seja para tratar uma simples queda de pressão ou casos mais agravantes. Deve-se proceder da seguinte forma:

  • Obter uma boa alimentação é essencial para controlar a pressão e ter uma saúde mais adequada;
  • Praticar exercícios físicos moderados e com acompanhamento de um profissional melhora a qualidade de vida da pessoa;
  • Em casos mais graves, o uso de medicamentos que controle a pressão ou o problema que causa a queda deve ser administrado pelo profissional da saúde;
  • Quando há um trauma decorrente de um acidente, onde a pessoa tem perda excessiva de sangue, a realização de cirurgia pode ser fundamental para controlar a hemorragia, sendo ela externa ou interna.

Vale ressaltar que, em muitos casos, a perda de sangue pode decorrer de uma cirurgia, fazendo com que a pressão do paciente caia, o que pode levar a essa condição de saúde.

Independente da situação é indispensável o acompanhamento médico para o diagnóstico do problema que leva a pessoa a ter hipotensão arterial e o possível tratamento para evitar situações de risco e ter uma qualidade de vida mais saudável.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Hipotensão Arterial


A pressão arterial é a pressão que o músculo cardíaco exerce sobre os vasos sanguíneos, bombeando o sangue para todo o organismo, proporcionando a circulação sanguínea por todo o corpo.

Hipotensão Arterial

A hipotensão arterial popularizada como pressão baixa é uma diminuição no ritmo cardíaco, ou seja, é quando uma pessoa apresenta a pressão arterial inferior ao considerado normal de acordo com sua idade. Geralmente não se conhece os motivos que levam o indivíduo a ter hipotensão arterial. Em outros casos, existem problemas de saúde que levam a queda da pressão arterial.

A pessoa que possui pressão baixa tem um retardamento na circulação sanguínea, fazendo com que o sangue demore mais a chegar aos órgãos vitais.

A hipotensão arterial pode ser denominada de várias formas, dependendo dos motivos que levam um paciente a ter pressão baixa, como:

Hipotensão Primária

A pessoa que possui essa diminuição da pressão arterial normal não possui algum motivo específico que o leva a ter esse problema, ou seja, os motivos que levam à queda da pressão são desconhecidos. Dessa forma, não se trata de uma doença específica, mas sim de uma condição da própria pessoa, que, muitas vezes, provoca manifestações de uma deficiência da circulação sanguínea.

Apesar de ter causas desconhecidas, sabe-se que normalmente ocorre em mulheres ou pessoas com estreitamento torácico. Além disso, pode acontecer em indivíduos com pouco desenvolvimento muscular.

Sintomas

A pessoa com hipotensão primária pode apresentar cansaço, sonolência, suor excessivo, dores de cabeça e sensação de debilidade. Além disso, em alguns casos, podem ocorrer náuseas, palidez e perda momentânea da sensibilidade.

Tratamento

Não existe tratamento para essa causa, apenas adoção de certas precauções e medidas que evitem a queda da pressão arterial. Uma boa alimentação, exercícios moderados e descanso são fortes aliados para controlar a pressão. Em casos mais aguçados, o médico pode aconselhar o uso de um medicamento apropriado para o caso.

Hipotensão secundária

A hipotensão secundária ocorre devido a inúmeras doenças. Nesses casos, a quantidade de sangue bombeado pelo coração diminui devido a algum problema de saúde como doenças cardíacas, queimaduras graves, hemorragia, varizes ou desidratação.

Outros motivos que podem causar a hipotensão secundária são:

  • Problemas neurológicos;
  • Alterações endócrinas (hipotireoidismo);
  • Uso de bebidas alcoólicas e drogas;
  • Uso de determinados medicamentos (antidepressivos ou neurolépticos).

Em alguns casos a queda da pressão arterial é evidente, por outro lado, muitas vezes é necessária a realização de exames detalhados para descobrir a causa.

Tratamento

O tratamento, nesses casos, é mais específico, pois o objetivo é tratar o que causa a queda da pressão e não propriamente a hipotensão, embora a utilização de medicamentos e medidas para controlar a queda brusca da pressão seja necessário.

Curiosidade – a hipotensão postural

Muitas pessoas já perceberam que ao levantar rapidamente da cama, sentem tontura e um mal-estar momentâneo que passa depois de alguns segundos. Isso ocorre devido a uma queda brusca da pressão arterial denominada de hipotensão postural. Quando estamos na posição deitada o sangue é distribuído de forma igual em todo corpo, ao se levantar, o sangue se concentra nos membros inferiores, assim, a distribuição do sangue para o resto do corpo fica lenta, causando a sensação de tontura.

Tratamento

As causas de uma hipotensão postural podem ser variadas, sendo motivada por uma hipotensão primária ou secundária. O tratamento deve ocorrer depois que diagnosticado o problema que causou a queda da pressão. No primeiro instante, é importante colocar a pessoa em posição horizontal, elevar as pernas e desapertar a roupa até a sua recuperação total.

Em qualquer situação de queda de pressão é importante a procura de um especialista para diagnosticar o problema que leva a queda e realizar o tratamento mais adequado. Assim, o portador de hipotensão arterial poderá levar uma vida mais tranquila, com controle dos sintomas da hipotensão.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS