Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Giga Mundo – Saúde Geral Aborto espontâneo

Aborto espontâneo

A grande maioria das mulheres quando ficam grávidas temem sofrer um aborto espontâneo. Mas por que será que esse problema acontece? Pensando em esclarecer as gestantes, os especialistas na área dão algumas orientações importantes que devem ser seguidas.Porém primeiro vamos saber o que significa e como ocorre o aborto espontâneo.

Definição do Problema

Segundo especialistas um aborto espontâneo se caracteriza quando involuntariamente a gestante perde seu feto com até vinte semanas de gestação,por isso pode ser chamado também de aborto involuntário. Após esse período já se considera essa perda  como um parto prematuro. O que caracteriza realmente um aborto espontâneo é que ele não resulta de medicações ou intervenções cirúrgicas, ocorrendo de forma natural. Na literatura médica os abortos espontâneos podem ser classificados como: Aborto completo- Quando o feto é totalmente expulso do organismo feminino;Aborto incompleto- quando somente alguns pedaços são expelidos do corpo da mulher;aborto retido- A gravidez é interrompida mas o feto não é expelido pelo corpo; entre outros. Essas classificações são necessárias para que o médico possa saber que tipo de procedimento terá que ser utilizado na mulher.

Principais Causas do Aborto Espontâneo

Normalmente os abortos espontâneos são causados por alterações nos cromossomas que tornam imposssível o desenvolvimento normal do feto. Porém existem outros fatores como por exemplo problemas nos orgãos genitais femininos, complicações infecciosas, problemas nos hormônios da gestante,resposta imunológica do corpo da mãe deficiente,enfermidades graves que afetam a gestante( Por exemplo diabetes que se nao for controlada na gravidez pode resultar em aborto espontâneo).

De acordo com estudos científicos realizados estima-se que cerca de cinquenta por cento dos óvulos fertilizados nas mulheres morram e sejam abortados espontaneamente pelo organismo feminino sem que elas saibam que estavam grávidas.Entre as que sabem que são gestantes o índice de aborto é de cerca de vinte por cento, sendo que a maioria ocorre até a setima semanda da gestação.
Principais Fatores de Risco e Sintomas do Aborto Espontâneo

Segundo os especialistas na área de reprodução humana, as mulheres que apresentam maiores riscos de terem um aborto espontâneo são aquelas que já tiveram um histórico de aborto anterior e as que estão na faixa etária de mais de trinta e cinco anos(vale ressaltar que esse fatores são variáveis de acordo com o organismo de cada mulher). O principais sintomas clínicos do aborto espontâneo são descritos como:Sangramento na vagina acompanhado ou não por cólicas, dor  que provoca cólicas na parte inferior das costas ou na barriga, coágulos sanguineos que saem da vagina, entre outros.

Vale ressaltar que se a mulher gestante apresentar alguns desses problemas deve procurar imediatamente um clínico que terá condições através de alguns exames de verificar a gravidade do caso.Os exames que o médico pode fazer é um exame pélvico, onde o especialista pode observar o colo de útero feminino. Outro exame que deve ser feito regularmente é a ultrassonografia da vagina ou do abdômen onde é possível verificar o batimento do coração do feto.Outros exames devem ser realizados pelos profissionais para que a gestação da mulher transcorra sem complicações.

Por Salete Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top