Archive for admin

Alimentos indicados para melhorar humor das crianças

Olá outra vez, pessoal! Agora o nosso artigo é sobre um tema que particularmente para mim parece bem interessante pois muitas vezes que visualizamos uma criança que não quer alimentar-se direito e seu humor em baixa e tristes. E por isso que fizemos uma seleção dos alimentos indicados para melhorar o humor das crianças.

Como no processo de crescimento de uma criança ocorre diversas mudanças como, desenvolvimento físico e de comportamento. E inclusive da sua personalidade, muitas delas por vários motivos como a mudança de fases que as desestabilizam o humor da criança e ainda por toda vez que iniciar novos momentos de conquistas. E com isso começam a ficam entediadas, emburradas e de certa maneira infelizes.

Para isso os pais precisam ser pacientes e compreensivos com seus filhos. E para ajudar melhor, nada como ajudá-los de modo emocional como procurar compreender seus sentimentos. Outra maneira é fazer algumas modificações no cardápio da criança.

E como o mal-humor é gerado a partir do sistema nervoso, é bom começar a incentivar a criança a alimentos que tenham em sua composição os minerais e vitaminas, pois são eles os responsáveis pelo gerenciamento e conservação do bom estado do sistema nervoso central. E ainda pela composição dos neurotransmissores que são as substâncias produzidos pelos células nervosas, ou seja, os neurônios.

E é por meio das células nervosas que o cérebro recebe informações sobre nossos sentidos, e entre eles estão os neurotransmissores que fazem comunicação sobre as sensações de tristeza, felicidade, bom e mal-humor. Por isso que devemos alimentar as crianças com alimentos que indiquem e influenciem sentimentos que identifiquem o “bem-estar”.

Os principais nutrientes que são necessários para tal melhora são os ricos em vitamina B1, B3, B6 e B12. Os alimentos que contém esses nutrientes são leite e os seus derivados, ovos, peixes, amendoim, arroz integral, legumes, trigo. Principalmente os leite e o peixe, pois são fontes de cálcio e ômega 3, importantes para o crescimento mental e físico.

Várias frutas, carnes, legumes e leite são ótimas fontes de potássio, exemplos desses alimentos como, nozes, pêssego, banana, uva, ameixa, bacalhau, cacau, castanhas, chocolate em pó, feijão, ervilha, melado, tomate, suco de laranja, gérmen de trigo e caldas das compotas de frutas. E alimentos ricos em cálcio, como leite e derivados como já mencionamos aqui, couve-flor, hortelã e alfafa.

Saiba que outros fatores pode estar afetando o humor da criança e a falta do potássio pode causar indisposição e sonolência, anemia é também outro ponto que estar contando o apetite da criança. Procure instigar e fazer atividade física e brincadeiras com seus filhos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Alimentação na idade pré-escolar


Olá, leitores do Nutrição Infantil! A alimentação na idade pré-escolar é a primeira parte da convivência com alimentação fora de casa, onde a criança já chegou a maturidade plena do seu sistema digestivo, com isso a absorção dos nutrientes é feita de forma melhorada em comparação aos anos anteriores. E seu crescimento está em um ritmo uniforme e controlado, onde o sexo da criança ainda não é um fator que interfere no seu desenvolvimento e em sua alimentação.

Onde a sua alimentação pode adaptar-se a das pessoas adultas, como, os seus pais. E nessa fase também que as crianças sentem outros sabores, e com isso define as suas preferências entre os alimentos. É importante ressaltar que as crianças estão em fase de desenvolvimento físico e mental e para isso é preciso que ela alimente-se de alimentos que contenham vitaminas, minerais e proteínas.

Dando relevância ao ferro e ao cálcio, pois essas duas propriedades são fundamentais para um crescimento saudável e livre de problemas de saúde. Influenciar as crianças a ter hábitos alimentares saudáveis são essenciais para que a mesma leve-os para toda a sua vida.

E dizer somente que a alimentação das crianças deve adequar-se a dos adultos não é suficiente, pois é bem lembrar que elas não devem ingerir tudo o que um adulto come, não é verdade? Por exemplo, dar preferência aos sucos frescos e as frutas, e evitar doces, alimentos gordurosos e refrigerantes, é uma boa opção a fazer.

Uma alimentação na idade pré-escolar de uma criança que esteja na deve consumir cerca de 1.600 calorias por dia e nelas devem estar contidas 50% de alimentos ricos em carboidratos, 31% de alimentos que contenham lipídios e 18% em proteínas. (Fonte: Alimentación y Nutrición- Manual teórico-práctico C.Vázquez, A.I.de Cos, C.López-Nomdedeu ).

Os principais erros que acontecem na alimentação na idade pré-escolar são:

  • Horários da alimentação – muitas crianças fazem as suas refeições diárias fora do horário, lugar e controle incorreto.
  • Oferecer alimento como premiação – lembrem-se pais, o alimento não é a melhor forma de castigo ou premiação, por isso não deve ser uma expansão do estresse do dia-a-dia.
  • Sobrepeso – alimentação desordenada, refeições ricas em alimentos gordurosos e açucares que estão presentes no alimentos enlatados e pré-cozidos. E os principais responsáveis por isso acontecer são os próprios pais, por isso esteja sempre em alerta e buscando conhecimento sobre a melhor forma de alimentação para o seu filho através de nutricionistas e médicos pediatras.
  • Café da manhã – é uma das refeições mais importantes do dia-a-dia, e muitas crianças não efetuam a mesma. E traz sérios riscos para a regulação do peso da mesma.
  • Share and Enjoy

    • Facebook
    • Twitter
    • Delicious
    • LinkedIn
    • StumbleUpon
    • Add to favorites
    • Email
    • RSS

Como preparar um cardápio saudável

Para preparar um cardápio saudável é necessário fazer uma boa escolha de quais alimentos estarão presentes na mesa. É importante ter uma grande variedade alimentar de diversos grupos para garantir a soma de nutrientes e proteínas saudáveis ao ser humano.

Importante! A escolha dos alimentos deve ser de preferência por alimentos da região e da época porque têm melhor custo benefício e são mais fáceis de encontrar.

Para manter uma boa alimentação é necessário ter bons hábitos alimentares, a qualidade dos alimentos que devem estar presentes ao bom cardápio é muito importante para garantir que a refeição seja balanceada, adequada e que atenda as necessidades nutricionais do indivíduo.

Podemos citar alguns dos mais importantes grupos alimentares necessários para uma boa alimentação e formação de um cardápio saudável:

  • Carboidratos: estão nos cereais, pães e massas;
  • Leites e derivados: devem estar presentes no cardápio no café e no jantar;
  • Carnes, ovos e leguminosas: devem estar presentes no almoço;
  • Consuma açúcares e óleos com moderação para não causar problemas de saúde;
  • Verduras e legumes: é aconselhado no almoço e no jantar.

Cada ser humano possui suas necessidades energéticas, por isso cada cardápio deve variar de pessoa para pessoa e não se deve reduzir o número de refeições realizadas durante o dia, pois é necessário ter uma alimentação balanceada a cada refeição sempre com alimentos saudáveis para manter a saúde e a energia para o nosso organismo.

Os grupos alimentares listados a cima fazem parte da pirâmide alimentar adaptada para a população brasileira e devem estar inseridos no cardápio durante todos os dias para uma boa alimentação.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Doenças ocupacionais

As doenças ocupacionais podem causar modificações à saúde do empregado dificultando a sua atuação, as patologias nomeadas do trabalho são as que aparecem por meio da atividade desempenhada pelo mesmo, sendo que dificuldades vividas em sua vida pessoal também podem auxiliar para desenvolver tal status.

Esse é uma considerável causa de remuneração de auxílios, compensações e numerosas outras atribuições do trabalhador caso ele desenvolva um distúrbio da profissão. As situações relacionadas no exercício associadas ao estresse podem proporcionar alterações psíquicos, já as prejuízos ocasionadas por esforços contínuos cooperam para o aparecimento de inconvenientes que atingem os órgãos encarregados por dado esforço.

Aqueles que mais sofrem com tal problema de saúde são os que lidam com digitação, tal como digitadores que trabalham em banco e operadores de telemarketing. Os distúrbios de pele ou respiratórios causados pela inspiração de agentes nocivos são corriqueiros em indivíduos que lidam expondo-se a agentes químicos e físicos, mas não utilizam materiais privativos para defesa.

O problema de saúde que atinge o pulmão do empregado e pode proporcionar cranco de traquéia e asma devido à frequente inspiração de fragmentos, também é um problema de saúde do trabalho bem comum. Estas fragmentos alojam-se no pulmão, proporcionando transtornos neste órgão e na bem estar do indivíduo.

Como combater

O empresa e o trabalhador devem estar incluidos no causa de profilaxia destas distúrbios. Direcionar a induzir a maneira certa de instalar-se no espaço de atividade é primordial para evitar possíveis problemas na coluna, além disso a efetuação de trabalhos que enfraqueçam o fenômeno do fadiga a respeito de o empregado é importante no combate as doenças ocupacionais.

As doenças ocupacionais podem ser evitadas mediante de práticas modificações no ambiente trabalhista que visem melhorar a qualidade de existência do trabalhador e diminuir os riscos para a instituição.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Cuidados com a higienização dos alimentos

Você tem observado a higiene dos alimentos que consome? É muito importante estar atento a isso, pois os alimentos precisam ser bem higienizados para não conter riscos de contaminação por meio de bactérias e fungos que podem ser maléficos a nossa saúde e garantir a qualidade dos alimentos.

Hoje vamos apresentar-lhe algumas dicas para garantir que seus alimentos vão estar “seguros” e limpos de fungos e bactérias e prontos para o consumo.

  • Reaqueça bem os alimentos cozidos;
  • Não é recomendado preparar os alimentos muito tempo antes do consumo pois podem ficar expostos a ações prejudiciais a saúde;
  • Segundo o bioquímico Roberto M. Figueiredo é necessário guardar os alimentos ainda frios na geladeira, pois assim o alimento respira o ar frio antes de ser vedado e evita a proliferação de bactérias, o que não acontece quando é colocado na geladeira após frio, quando já contaminado;
  • Use sacos plásticos descartáveis nas latas de lixo, pois facilita a remoção do mesmo;
  • A lata de lixo deve estar sempre fechada e deve ser lavada periodicamente;
  • Evite utensílios domésticos que não estejam em condição boa, como garfos enferrujados e etc.
  • Limpe frequentemente a geladeira, fogão e armários;
  • Lave todos os talheres, pratos e copos com detergente e água, seque-os e guarde em local fechado;
  • No preparo ou no consumo sempre lave as mãos antes de tocar nos alimento;
  • Não acumule resíduos de comida ou cascas de qualquer tipo de alimento sobre a pia, para evitar moscas;
  • Guarde legumes e verduras sempre inteiros, pois o corte pode expor o alimento a impurezas presentes no ar;
  • Use sempre água filtrada;
  • Lave em água corrente, frutas, legumes e verduras antes do preparo;
  • Evite latas danificadas;
  • Cozinhe bem as carnes antes de consumi-las.

Com estas dicas, os seus alimentos estarão bem mais saudáveis e você terá uma ótima higienização de seus alimentos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Cuidados na alimentação de quem pratica esportes

Você que gosta de praticar esportes, gosta de uma academia, uma corridinha, caminhada ou gosta de jogar uma bola precisa ter alguns cuidados na sua alimentação para que não possa ficar fraco e possa desenvolver seu esporte com energia e manter o corpo e o organismo com saúde.

Hoje vamos apresentar-lhe dicas de como manter uma boa alimentação e alertar você sobre alguns cuidados que precisa ter a fim de praticar seus esportes com saúde.

Carboidratos após os exercícios

É muito importante ingerir carboidratos após praticar suas atividades físicas (até duas horas após), pois nesse intervalo de tempo uma enzima chamada glicogênio-sintase estará trabalhando a todo vapor, e assim o corpo “estoca” energias para as atividades físicas.

Tome cuidado com a desidratação

É muito importante estar bem hidratado para praticar exercícios físicos, pois o indivíduo que estiver desidratado não pode praticar atividades físicas, e além disso, a desidratação pode causar doenças.

A água possui inúmeras funções em nosso organismo, ajuda na eliminação de sais e outras substâncias por meio da urina e da transpiração e também atua como reguladora de nossa temperatura.

Então, lembre-se dessas dicas

* Beba água de forma moderada antes de praticar exercícios, pois se bebermos muito vai sentir uma sensação estranha por estar com o estômago “cheio”;

* Leve uma garrafa com água para dar um ou dois goles sempre que precisar, sempre aos poucos;

* Beba água após os exercícios, pois esta é a hora de repor a água perdida durante a prática dos exercícios.

Reposição de nutrientes

É muito importante garantir a reposição adequada de nutrientes, por isso sua refeição precisa conter diversos nutrientes benéficos para a saúde, assim o seu organismo não será afetado pelo esforço prolongado.

Ingira verduras e frutas

Elas são livres de substâncias maléficas para a nossa saúde, e além disso, são grandes fontes de açúcares, muito importante para a prática de exercícios físicos.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Drenagem linfática emagrece?

Muitas pessoas procuram técnicas que ajudam a emagrecer, proporcionando um corpo mais saudável e bonito. A drenagem linfática é um dos procedimentos mais utilizados para essa finalidade, pois é uma massagem que atua diretamente no sistema linfático, fazendo com o mesmo, trabalhe mais rapidamente. Isso faz com que o organismo elimine os líquidos acumulados nas células. Para que os resultados sejam obtidos, é importante pesquisar um profissional especializado nesse procedimento, assim as medidas poderão ser reduzidas, proporcionando bem-estar e satisfação com o próprio corpo. A drenagem linfática trás outros tipos de benefícios para a pessoa, além de ajuda a perder peso.

Benefício da drenagem linfática:

Um dos maiores benefícios da drenagem linfática é a perda de medidas, contribuindo na modelagem do corpo. Isso ocorre porque a massagem ajuda a eliminar líquidos e toxinas acumulados no organismo, pois atinge as camadas de gorduras, levando os líquidos para os gânglios linfáticos e fazendo com que os mesmo sejam eliminados através da urina. É um procedimento que atende as necessidades da pessoa quando realizado de forma adequada, porém necessita da ajuda de dietas e exercícios físicos.

Outros benefícios da drenagem linfática:

A drenagem linfática oferece outros benefícios para quem deseja obter um corpo modelado e uma saúde mais apropriada.

  • Reduz a celulite, contribuindo para um corpo mais belo.
  • Melhora a qualidade e o aspecto da pele, trazendo maciez e brilho.
  • Diminui a intensidade das cólicas menstruais, facilitando a vida das mulheres que sofrem com esse problema.
  • Reduz a tensão e o estresse causados no dia a dia.

Especialistas afirmam que a drenagem linfática só ajuda a reduzir gorduras localizadas. Para conseguir emagrecer, a pessoa precisa realizar uma dieta recomendada por um nutricionista e praticar atividades físicas diariamente. Assim, a saúde poderá ser restaurada e os resultados serão surpreendentes.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Amamentar emagrece

As mulheres engordam significativamente durante a gestação, aumentam a quantidade de alimentos ingeridos, pois precisam suprir suas necessidades e a dos seus bebês. Algumas mulheres conseguem voltar ao peso anterior após o parto com mais facilidade que outras. Por isso, para perder os pesos adquiridos durante a gravidez, é necessário se exercitar e realizar dietas. Após o parto a mulher geralmente passa a alimentar seu filho com amamentação. Além de ser o método mais adequado para o bebê, isso possibilidade o emagrecimento após o parto. Sendo assim, é importante entender os benefícios que o ato de amamentar causa na mulher e na criança.

Benefícios de amamentar

Amamentar emagrece devido ao gasto energético que acontece ao produzir o leite materno. Durante o período de amamentação, a mulher consegue perder até 2 quilos por mês. No entanto, para que o resultado possa ser alcançado, é importante manter uma alimentação equilibrada. Além de emagrecer, a amamentação permite outras vantagens como:

  • Controla o sangramento uterino causado após o parto. Esse controle evita possíveis hemorragias e anemias;
  • Ao longo prazo, ajuda a controlar o açúcar no sangue, evitando a diabetes. Além disso, previne o câncer no útero e nas mamas.

O leite materno é o único alimento que contém todos os nutrientes essenciais para manter a saúde do bebê, deixando o mesmo alimentado. Por isso, é fundamental amamentar ao menos até os 6 primeiros meses de vida da criança.

Para conquistar o peso ideal após o nascimento da criança, é importante seguir algumas dicas importantes.

Como emagrecer amamentando

  • Não consuma alimentos muito calóricos ou com gorduras.
  • Consuma muitas frutas, verduras e legumes, pois esses alimentos contêm as vitaminas e minerais essenciais para o organismo.
  • Ingira os nutrientes importantes para manter uma qualidade de vida adequada a você e ao seu bebê.
  • Não exagere no consumo de doces e sal, prevenindo doenças como a diabetes e o aumento da pressão arterial.
  • Beba muita água para manter o seu corpo e o do bebê hidratado.
  • Não use bebidas alcoólicas.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Iodo

O iodo é um micromineral nutriente importante para o nosso organismo, esta presente no mar e na terra na forma de íons (iodeto) e na atmosfera. Esse elemento está em nosso organismo em pequena concentração, cerca de 15 a 23 mg de iodo para um adulto.

A maior concentração de iodo está na glândula tireóide, onde exerce diversos papéis, como:

  • Reprodução;
  • Bom desenvolvimento do cérebro e dos neurônios;
  • Na conversão de betacaroteno em vitamina A, síntese de proteínas e absorção intestinal de carboidratos;
  • Na atuação de diversas enzimas.

Consequências da deficiência

Os sintomas apresentados por essa doença são muitos, mas podemos citar alguns principais, como:

Período de gestação

  • Prematuridade;
  • Aborto;
  • Formação de anomalias;
  • Risco de cretinismo;
  • Defeitos psicomotores.

Crianças e adultos

  • Hipotireoidismo;
  • Bócio;
  • Problemas nas atividades mentais;
  • Retardamento no desenvolvimento físico e ósseo.

Consequências do excesso

Devido a boa excreção do iodo pelas vias urinárias, a tolerância a ingestão de altas doses é alta. Pacientes submetidos a altas doses de iodo apresentaram supressão tireoidiana.

Alimentos ricos em iodo

O brasil adota o processo de iodização do sal de cozinha como forma de prevenir os males causados pela falta de iodo desde 1953. Além disso, podemos citar alguns alimentos ricos em iodo, como:

  • Alguns legumes (Vagem, rabanete, nabo, agrião, cebola e etc.);
  • Frutos do mar (Camarão, peixes e algas);
  • Ovo cozido;
  • Algumas frutas (ameixas, ananás, etc.).

Tome cuidado na hora de comprar sal de cozinha, verifique na embalagem se o mesmo foi iodado, bem como seu prazo de validade.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dieta hipocalórica

Muitas pessoas procuram por dietas que ajudam a emagrecer, porém algumas vezes optam por regimes radicais, prejudicando a saúde. Sendo assim, existe a dieta hipocalórica que visa à diminuição de consumo de calorias diárias, proporcionando perda de peso, beleza e saúde. E fundamental procura ajuda médica para que o mesmo possa verificar as necessidades do organismo e indicar a maneira mais adequada de seguir a dieta hipocalórica, assim o resultado poderá ser alcançado, fornecendo bem-estar e elevando a autoestima.

A dieta:

A dieta é à base da diminuição de consumo de calorias, permitindo um cardápio saudável sem cortes de alimentos, contendo todos os nutrientes essenciais para a saúde humana. A diminuição de calorias permite a perda de peso e a diminuição de gordura corporal. No entanto só a diminuição de calorias permite que o organismo não absorva gorduras, porém para emagrecer é fundamental gastar as calorias que o organismo possui com atividades físicas. Sendo assim, para conquistar o peso ideal e adquirir um corpo bonito, saudável e adequado, é importante seguir as orientações da dieta e praticar exercícios diariamente, essa forma, os resultados serão surpreendentes.

Benefícios da dieta hipocalórica:

• Ativa o metabolismo, contribuindo para a perda de peso e na diminuição de gordura localizada.

• A dieta não possui contraindicação, pois o consumo dos nutrientes necessários para manter o corpo saudável faz parte da dieta.

• Melhora o hábito alimentar.

Dicas para emagrecer:

1- Faça 5 refeições ao dia.

2- Diminua a quantidade de alimentos consumidos durante o dia.

3- Consuma alimentos naturais e saudáveis.

4- Consuma queijo branco e leite desnatado.

5- Consuma legumes e saladas durante as refeições.

6- Coma muitas frutas e beba sucos naturais para que o organismo fique enriquecido de vitaminas e minerais.

7- Coma carnes magras e assadas, grelhadas ou cozidas.

8- Beba muita água para manter o corpo e apele sempre hidratados.

9- Faça atividades físicas diariamente.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS