Tag Archive for Fístula arteriovenosa

Fístula arteriovenosa

Fístula arteriovenosa, conhecida como aneurisma arteriovenoso, consiste em uma anomalia entre uma veia e uma artéria. Normalmente, o sangue percorre pelas artérias que passa pelos capilares e chega às veias. Porém, quando ocorre uma fístula arteriovenosa o sangue flui das artérias diretamente para as veias, sem passar pelos capilares.

O indivíduo pode nascer com essa anomalia ou pode adquirir uma fístula arteriovenosa com o tempo devido a uma ferida que lesiona uma artéria e uma veia que estejam próximas.

A fístula arteriovenosa pode ocorrer, também, no cérebro ou no pulmão da pessoa. Assim damos o nome de fístula arteriovenosa dural e fístula arteriovenosa pulmonar. Essa patologia pode causar sérios problemas caso o diagnóstico ocorra tardiamente. Vamos falar agora um pouco sobre esses dois últimos tipos de fístulas arteriovenosas:

  1. Fístula arteriovenosa dural: Ocorre quando as artérias e veias cerebrais apresentam uma conexão anormal, podendo ocasionar cefaleia. Em alguns casos, quando a fístula ocorre atrás dos olhos, o paciente pode apresentar visão reduzida e vermelhidão nos olhos. Além desses sintomas, essa fístula pode ocasionar convulsões e AVC (Acidente Vascular Cerebral). Sintomas que indiquem tal condição podem demonstrar sérios problemas, pois o tratamento pode ser ineficiente em algumas situações;
  2. Fístula arteriovenosa pulmonar: É quando as artérias e veias dos pulmões apresentam uma anomalia no fluxo sanguíneo que ocorre entre elas. É uma doença mais rara de acontecer, porém necessita de diagnóstico rápido para o controle do problema. Geralmente, essa fístula é hereditária podendo ser desenvolvida mais tardiamente, causando fadiga, dispneia, ataque isquêmico e abscesso cerebral.

Sintomas gerais

Em casos de fístula arteriovenosa, a pele pode apresentar uma coloração diferente, dependendo do local onde ocorre o problema, além disso, pode aparecer um inchaço no local. Caso a fístula não seja tratada rapidamente o fluxo do sangue aumenta causando uma dilatação da veia e o rápido retorno do sangue ao coração pode ocasionar uma insuficiência cardíaca.

Algumas vezes, uma fístula pode ser criada propositalmente para que a veia dilatada receba inserção de agulha que aumentará o fluxo sanguíneo impedindo a criação de coágulos. Este procedimento acontece quando ocorre uma inflamação de um vaso criado por certos tratamentos médicos.

Diagnóstico

O uso de um fonendoscópio pode ser necessário, pois o aparelho permite escutar o som característico do problema. Além disso, um produto de contraste será injetado nos vasos sanguíneos para distinguir os vasos com a doença nas radiografias.

Tratamento

Existem alguns tratamentos para fístula arteriovenosa. O tratamento mais adequado depende da situação do paciente e deve ser indicado por um especialista para que o objetivo seja alcançado. Geralmente são métodos invasivos, dentre eles estão:

  • Terapia de coagulação a laser: É um procedimento utilizado por cirurgiões vasculares especialistas no caso;
  • Embolização com fragmentos musculares ou coagulantes;
  • Ato cirúrgico para reconstruir as artérias e veias lesadas.

O tratamento deve ser iniciado assim que diagnosticado o problema para evitar certas complicações. Quando uma pessoa apresenta qualquer sintoma de uma fístula arteriovenosa, deve imediatamente procurar ajuda médica para contornar a situação. Assim o tratamento pode obter a eficiência desejada. Em alguns casos o tratamento pode ser mais rigoroso.

Procurar um especialista para controlar a situação pode proporcionar ao paciente uma vida mais tranquila e saudável, visto que o diagnóstico pode ser realizado com rapidez. Porém, caso a pessoa demore a procura um médico, a situação pode se agravar causando sérios danos no organismo.

Por Danielle Pereira

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS