Vitamina A

A vitamina A é um micronutriente que pertence a classe das vitaminas lipossolúveis, ela é conhecida como retinol devido à sua importância na visão humana. Ela é considerada uma das vitaminas mais importantes e pode ser encontrada em fontes animais e vegetais. Nas fontes animais ela é encontrada como retinol, já nas vegetais como carotenóides que são pigmentos amarelo ou laranja e que são precursores da vitamina A, pois se transformam em retinol dentro do organismo. A vitamina A pertence a classe das vitaminas lipossolúveis que necessitam dos lipídios para serem transportadas na corrente sanguínea. No entanto, alguns indivíduos reduzem muito ou excluem totalmente os lipídios da dieta o que pode gerar uma grave deficiência de vitamina A.

A vitamina A atua no bom funcionamento da visão, no fortalecimento do sistema imune, mantém a saúde da pele e fortalece os cabelos, atua no crescimento e desenvolvimento ósseo. Além disso, ela possui propriedades antioxidantes que combatem os radicais livres que são substâncias extremamente nociva aos seres vivos e o envelhecimento precoce. Mediante esses papéis fundamentais que essa vitamina desempenha na saúde, vale ressalatar a importância da mesma para os seres humanos.

A vitamina A nos seres humanos normais não necessita ser suplementada, pois geralmente a dieta habitual é capaz de suprir a necessidade dessa vitamina, no entanto algumas fases da vida como gestação, amamentação e infância geram uma necessidade maior dessa vitamina onde em alguns casos a suplementação é necessária. Qualquer suplementação de vitamina deve ser feita somente com autorização médica ou nutricional, pois o excesso da mesma causa problemas à saúde.

Causas e consequências da deficiência da vitamina A

As causas da deficiência de vitamina A podem ser:

Baixa ingestão de alimentos fontes dessa vitamina;
No caso de bebês, a deficiência pode ocorrer devido ao desmame precoce ou ausência da amamentação já que o leite materno é uma importante fonte dessa vitamina;
Dieta pobre em lipídios. Por ser uma vitamina que necessita de lipídios para o seu transporte, a ausência desse macronutriente prejudica a absorção da vitamina A;
Infecções com frequência. Algumas infecções fazem com que o organismo precise de uma maior quantidade de vitamina A, quando essa maior necessidade não é atendida pode ocorrer uma deficiência dessa vitamina.

Consequências da deficiência da vitamina A

  • Cegueira noturna, xeroftalmia, glândulas lacrimais ressecadas entre outros problemas relacionados a visão que são um dos primeiros sintomas relacionados a deficiência de vitamina A;
  • Dificuldades de crescimento;
  • Endurecimento das membranas mucosas do sistema geniturinário, respiratório e gastrointestinal;
  • Problemas na pele e cabelos enfraquecidos;
  • Risco de infecções constantes, devido ao enfraquecimento do sistema imunológico;
  • Defeitos na modelação óssea;
  • Principalmente em crianças, a deficiência dessa vitamina pode ocasionar a morte;
  • Sensibilidade à luz e dificuldade de enxergar à noite.

No Brasil a hipovitaminose A é uma deficiências nutricionais mais frequentes em crianças seguida da carência de ferro, este problema não se resume somente às regiões mais pobre do país como norte e nordeste, alguns estados da região Sudeste também apresentam o problema da hipovitaminose A em crianças, isso se deve principalmente à qualidade da dieta apresentada pelas crianças e a falta da amamentação.

Alimentos ricos em vitamina A

Os alimentos ricos em vitamina A podem ser dividos entre os que são de origem vegetal e os que são de origem animal:

  • Origem vegetal:
    • Mamão
    • Manga
    • Cenoura
    • Abóbora
    • Espinafre
    • Brócolis
    • Folhosos verde-escuros
    • Pêssego
    • Pimentão vermelho
  • Origem animal:
    • Fígado
    • Leite e seus derivados como queijo, manteiga e gema de ovo

Existem mais alimentos fontes de vitamina A de origem vegetal que de origem animal, no entanto o fígado é um alimento que é muito rico nessa vitamina além de ser fonte de outros minerais e vitaminas que também são importantes.

Consequências do excesso de vitamina A

Assim como todos os alimentos e nutrientes, a vitamina A deve ser ingerida de forma balanceada. Quando ela é ingerida em grandes quantidade, pode causar:

  • Dificuldades no crescimento
  • Pele ressecada, áspera e descamativa
  • Lábios fissurados
  • Aumento de órgãos como fígado e baço
  • Dores de cabeça com tonturas e náuseas
  • Sangramentos, falta de apetite, inchaços e irritabilidade
  • Queda de cabelo
  • Dor nos ossos e juntas

Pode-se observar que quando essa vitamina é ingerida em excesso pode ocorrer diversos tipos de problemas e a vitamina tem sua função no organismo comprometida. Vale ressaltar que os problemas relacionados ao excesso de vitamina A são decorrentes da suplementação, dificilmente o indivíduo apresentará esse problema por conta da dieta habitual. Por isso que é importante lembrar que a suplementação somente deve ser feita com a orientação médica ou nutricional e jamais por conta própria. As consequências decorrentes do excesso de vitamina A, são tão graves quanto a sua ausência no organismo, portanto esse quadro de hipervitaminose A deve ser evitado.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Email
Print