Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Transtornos mentais em idosos

Muitas pessoas que convivem com pessoas idosas às vezes ficam sem saber como lidar quando se deparam com algum transtorno mental nesses indivíduos. Nesse artigo veremos qual a melhor maneira de lidar com esses distúrbios que tanto afetam os idosos e seus familiares.

Principais transtornos mentais em idosos

De acordo com especialistas, uma das razões pelas quais os distúrbios psicológicos em idosos são mais difíceis de diagnosticar é que poucas pessoas esperam que isso aconteça. Em vez disso, elas preferem acreditar no isolamento e na diminuição dos círculos sociais durante o envelhecimento.

Os idosos deixam de denunciar estas questões para os profissionais de saúde, e acabam recebendo o tratamento de especialistas não muito adequados a suas reais necessidades.

Alguns distúrbios podem parecer comuns ao envelhecimento, tais como a demência e doença de Alzheimer, porém não há ainda evidências científicas que comprovem essa relação com o processo de envelhecimento.

Depressão nos idosos

Os psicólogos estimam que 15 por cento dos idosos estejam deprimidos. A depressão é a causa mais comum de internação hospitalar, no entanto, é muitas vezes diagnosticada em pacientes idosos.

O isolamento social, a diminuição das atividades de vida diária e um humor triste ou deprimido são comuns à depressão, independentemente da idade da pessoa. Estudos recentes indicam que o paciente idoso responde tão bem à terapia com antidepressivos e comportamentais, como um paciente mais jovem.

Transtornos psicóticos em pessoas idosas

O tipo mais comum de psicose em pessoas idosas é a paranoia e, em alguns casos, a esquizofrenia. A esquizofrenia é encontrada em menos de um por cento da população idosa, e pouco mais de um por cento da população em geral.  A maioria dos adultos idosos que apresenta sinais de paranoia muitas vezes se queixa de que estão sendo abusados ou maltratados por amigos e familiares. Há também o medo de ser colocado em uma instituição ou ter a sua independência comprometida.

A perda auditiva e a diminuição das habilidades sensoriais associadas com o envelhecimento normal podem contribuir para algumas dessas questões. A esquizofrenia e paranoia podem ser tratadas através de psicoterapia e de alguns medicamentos, e a ajuda deve ser procurada imediatamente para o paciente que está apresentando esses sintomas.

Abuso de substâncias tóxicas e álcool pelos idosos

Embora seja raro para uma pessoa idosa abusar de substâncias ilegais, tais como o uso de heroína ou cocaína, e álcool esse vícios são também encontrados nos pacientes idosos.

O abuso de medicamentos prescritos é comum, especialmente uma vez que alguns pacientes têm vários médicos para uma variedade de doenças, resultando em excesso de medicamentos prescritos. O abuso de álcool pode até ser agravado pela depressão, a perda de amigos, da família, ou de outros problemas de saúde mental.

Demência e Doença de Alzheimer
 
Talvez os mais conhecidos distúrbios psicológicos em idosos sejam a demência e doença de Alzheimer. A demência em certos casos pode ser atribuída a condições médicas e pode ser reversível, como no caso de demência vascular. É importante fazer um exame médico para descartar causas físicas da demência.

A doença de Alzheimer é apenas um dos muitos tipos de demência, no entanto, é muitas vezes o mais difícil de tratar. Existem medicamentos que ajudam a reduzir a queda de pacientes com demência ou doença de Alzheimer, e os cuidados devem ser procurados o mais rapidamente possível, para determinar se eles podem ser benéficos aos pacientes.

Por Salete Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top