Maneiras de evitar a depressão conforme você envelhece

A manutenção de sua saúde emocional como forma de apoiar a saúde física é uma parte importante do envelhecimento. Uma vez que você tenha visto um profissional de saúde ou tenha solicitado assistência devido a uma crise emocional, você pode seguir alguns passos para proteger o seu corpo, protegendo suas emoções conforme você enfrenta os desafios do envelhecimento.

Mudanças em seu corpo podem impactar negativamente como você se sente e quando você envelhece essas mudanças são frequentemente difíceis de lidar. Estabelecer uma rotina de exercícios que seja dinâmica e que seja flexível conforme seu corpo envelhece é, então, um passo importante para reduzir o impacto dessas mudanças.

A atividade física é importante para as pessoas de todas as idades. Se no passado praticava esportes e agora encontra-se desmotivado para manter uma rotina de exercícios, é melhor repensar essa sua mentalidade. Uma maneira de evitar a perda de motivação para a prática de exercícios é lembrar-se de que você não está competindo com aquele que você era aos 20 anos de idade. As novas metas são baseadas em sua idade e estado de saúde atuais.

A necessidade de adaptar sua rotina para mudanças em seu estado atual é outro gatilho para sentimentos de depressão conforme você envelhece. Pode se tratar da perda de um ente querido, a solidão após o casamento dos filhos ou a entrada na aposentadoria, de repente sua vida é totalmente redefinida por certas mudanças em seu círculo social. Esses são fatos reais que exigem mudanças de estilo de vida. Enquanto você pode ser tentado a levar algum tempo para entender as coisas, tenha um plano temporário no lugar para novas atividades, como parte de seus esforços para conhecer melhor o que se passa ao seu redor. Iniciar novas atividades ou passatempos é uma ótima maneira de prevenir o agravamento dos sentimentos de depressão.

Evite incorporando mecanismos de enfrentamento não-saudáveis em sua vida. Quer se tratem de medicamentos prescritos ou uso de substâncias como álcool ou drogas, é importante resistir à tentação de “alívios temporários” que o fazem sentir-se melhor, porém dependendo de substâncias. Se a sua crise emocional resultou na prescrição de antidepressivos ou medicamentos para dormir comunique ao seu médico que pretende trabalhar seu problema com a menor intervenção possível de medicamentos.

Se possível, inclua em sua rotina diária a visita a pessoas próximas se for capaz ou convide alguém a visitá-lo. Mesmo se você não se sentir à vontade para ver outras pessoas faça esse esforço para interagir com outras pessoas, o que ajudará a desenvolver seu lado social.

Determine se você está desacelerando seu ritmo por causa de mudanças físicas ou alterações emocionais descobrindo se outras pessoas com a sua condição têm níveis semelhantes de inatividade. Comparar-se com outras pessoas em situação similar pode ajudá-lo a determinar se há mais uma razão emocional do que física a impedi-lo de participar e aproveitar de tudo que a vida tem a lhe oferecer.

Identifique claramente metas diárias para si mesmo. Em vez de pensar sobre o futuro incerto conforme você envelhece, considere os objetivos diários. Frequentemente esses objetivos ajudarão a identificar novos interesses e desejos que você vai querer buscar por longos períodos de tempo.

Não categorize toda perda de interesse por algo como a depressão. Embora a perda de interesse em determinadas atividades do dia-a-dia possa indicar depressão também pode indicar uma mudança positiva em sua vida. Se você não quer gastar tempo cozinhando refeições requintadas, pode ser porque você prefere gastar o tempo fazendo um jogo de palavras-cruzadas ou saindo para almoçar com um amigo.

Sentimentos de depressão são comuns quando você envelhece, mas frequentemente podem ser gerenciados com sucesso. Use as sugestões acima para evitar que sentimentos de depressão limitem sua vida.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Email
Print