Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Giga Mundo – Saúde Exercícios Físicos,Obesidade Obesidade e exercícios físicos

Obesidade e exercícios físicos

A obesidade é caracterizada pelo acúmulo de gordura a mais que o normal em nosso corpo. Vários países já sofrem com os efeitos desta doença, e como toda doença, ela também pode ser tratada e/ou evitada.

A relação entre obesidade e exercícios físicos é muito importante ao indivíduo. Todos sabem que a obesidade traz consigo uma série de complicações de saúde como por exemplo, hipertensão, doenças do coração, respiratórias, endócrinas, emocionais (como a depressão) e sociais. Por isso há necessidade da prática de exercícios físicos regularmente e também fazer uso de uma alimentação saudável.

Os benefícios do exercício físico na pravenção e tratamento da obesidade talvez sejam mais notáveis do que em outras doenças. Referindo-se ao visual, mas sim ao bem-estar, a manutenção ou recuperação da saúde.

A obesidade é uma porta de entrada para outras doenças como já foi abordado neste texto, logo acima, então para evitar que isso aconteça é necessário que aja um controle adequado no seu estilo de vida e, se for preciso, modificá-lo. E, não há mais tempo a perder, isso deve ser começado já, agora, hoje. Pois sua saúde não pode esperar!

Procure um médico para fazer um “check-up” e se não houver alguma restrição, inicie sua nova fase da vida o quanto antes. Assim verá o quão bom lhe fará a prática de exercícios físicos regularmente. Já pensou em como seria bom respirar melhor, ter uma circulação sanguínea em maior fluxo e atingindo todas as áreas do corpo, sentir-se aliviado dos estresses do dia-a-dia, ter uma musculatura mais ativa e que suportasse mais seus esforços físicos diariamente e até aqueles que, por ventura, viessem à aparecer? Sem contar nos vários outros benefícios que ainda podem ser oferecidos pela atividade física. Vejamos mais alguns abaixo:

  • Colesterol total é significativamente reduzido e, ainda há um aumento do colesterol HDL (“bom”);
  • Longevidade com aumento da qualidade de vida em geral;
  • Fortalecimento da estrutura óssea, minimizando os índices de osteopenia e até mesmo osteoporose, com isso, acarretando numa menor incidência de fratura nos óssos;
  • Melhor funcionamento do coração;
  • Uma diminuição da resistência à insulina pelo nosso organismo, favorecendo o controle do diabetes;
  • Controle da pressão arterial;
  • Fortalecimento também das articulações e ligamentos;
  • E o mais importante, o controle do peso corporal.

Saiba agora como anda o seu IMC (índice de massa corporea)!

  • IMC de 20 – 24,9 é normal;
  • IMC de 25 – 29,9 é sobrepeso;
  • IMC de 30 – 40 é obeso;
  • IMC acima de 40 é obesidade mórbida.

O cálculo é fácil, basta dividir seu peso por sua altura, em metros, ao quadrado. Daí é só analisar em qual categoria estar classificado e partir para o exercício físico orientado por um profissional de educação física.

Por Márcio Costa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top