Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Sífilis

Sífilis é uma doença sexualmente transmissível, as conhecidas (DST) e é causada por uma bactéria chamada de treponema pallidum. Esta doença causa feridas na área genital, geralmente na parte externa, vagina, reto ou pênis.

A transmissão da doença ocorre pelo sexo vaginal, anal e oral, portanto, as feridas que são causadas pela doença podem parecer nos lábios e na boca.

SINTOMAS

Na maioria dos casos de sífilis a pessoa infectada não apresenta sintomas por algum tempo (até anos), mas mesmo assim a pessoa corre o risco de transmitir o vírus para alguém não infectado.  A característica básica da sífilis é o aparecimento de feridas na área genital (área onde o vírus entrou no corpo), essas feridas podem durar algum tempo, em média, 4 semanas.

Além disso, sífilis causa erupções na pele do infectado e também essas feridas depois de um tempo desaparecem, fazendo com que a pessoa pense que esta curada. Mas não é bem assim, o fato das feridas desaparecerem é normal da sífilis, se a pessoa não procurar um tratamento a doença pode se espalhar pelo corpo.

TRANSMISSÃO

Assim como outras DSTs, a doença é passada de uma pessoa para outra através de relações sexuais sem o uso de preservativo (camisinha), além disso, a doença é transmitida através da doação de sangue e durante a gravidez.

Atualmente a transmissão por  transfusão de sangue é bem rara, hoje em dia os exames para controlar o sangue são bem complexos e a transmissão de mãe para bebê ocorre geralmente no parto.

PREVENÇÃO

Atualmente não existe vacina para a doença, então o único jeito de se prevenir de doenças sexualmente transmissíveis (DST) é usar preservativo durante relações sexuais, caso a pessoa note algo anormal em sua área genital é bom interromper as relações e procurar um médico.

TRATAMENTO

O tratamento da sífilis é feito por um antibiótico bem antigo, a penicilina, o difícil do tratamento é descobrir se a pessoa possui sífilis realmente, porque esta doença pode ser confundida com outras DSTs.

Vale lembrar que a pessoa infectada não pode ter relações sexuais até o fim do tratamento, e sem o tratamento a sífilis pode causar complicações no organismo e infelizmente pode levar a morte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top