Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Impetigo

O impetigo trata-se de uma infecção de origem bacteriana (geralmente causada pelos germes estafilococos e estreptococos) que afeta a derme, a camada mais superficial de nossa pele.

É uma doença que acomete principalmente as crianças, uma vez que a sua pele apresenta menor resistência.

Tipos de impetigo

Há dois tipos de impetigo:

  • O impetigo bolhoso que tem como principal agente o Staphylococcus aureus (estafilococos) e é caracterizado pelo aparecimento de bolhas grandes e superfície muito fina que, quando se rompem, exibe uma região inflamada e bastante avermelhada, podendo haver a presença de secreção (pus);
  • Já o impetigo comum ou infeccioso é causado pelo Streptococcus (estreptococos) e é caracterizado pelo aparecimento de pequenas espinhas purulentas que, posteriormente, desenvolvem0se em crostas.

Causas do impetigo

O contágio desta doença geralmente se faz pelo contato direto, geralmente por meio de lesões ou ferimentos já presentes na pele, incluindo aqui picadas de inseto, arranhões e cortes. Ocorre também com maior frequência nos meses mais quentes do ano, como no versão, uma vez que temperaturas mais elevadas são excelentes para o desenvolvimento e proliferação dessas bactérias.

Sintomas

O diagnóstico desta doença geralmente é feito a partir da identificação visual das lesões, que geralmente aparecem pelo rosto, membros e axilas, regiões geralmente descobertas pela roupa e, assim, de mais fácil contágio.

Uma vez que haja suspeitas de impetigo, exames de sangue e biópsia podem ser requisitados a fim de confirmar o diagnóstico.

Prevenção e Tratamento

Uma primeira medida a se tomar é a fervura dos itens pessoais (no caso, as roupas) da criança afetada bem como evitar que a mesma toque as feridas, a fim de evitar a contaminação de outras partes do corpo ou mesmo de outras pessoas. Além disso, bons hábitos de higiene ajudam a evitar o contágio.

A fim de prevenir, deve-se também lavar bem todas as lesões na pele e utilizar-se de um anti-séptico, como o permanganato ou um antimicrobiano local.

O tratamento deve ser iniciado tão breve quanto for possível, preferivelmente nos primeiros dois dias, evitando assim a evolução para problemas mais sérios, como varicela, febre reumática, glomerulonefrite (principalmente no caso de impetigo originado pelos estreptococos) ou mesmo o espalhamento por outros órgãos.

Pode ser necessária a remoção das crostas para uma melhor limpeza das lesões. Antibióticos provenientes da penicilina administrados por via oral são usados, bem como pomadas à base de mupirocina, a fim de combater o desenvolvimento da infecção bacteriana bem como das lesões. Nos casos mais simples, os antibióticos podem ser administrados localmente.

Vale lembrar que todo o tratamento deve ser feito por meio de orientação médica, uma vez que é o médico o responsável por identificar o problema bem como selecionar os medicamentos mais adquados.

Curiosidades

Na cultura popular, acredita-se que o impetigo caracteriza que a pessoa tem o “sangue sujo”, o que leva a usar tratamentos por meio de chás depuradores para a “limpeza” do sangue e a cobrir o ferimento com certas substâncias. Entretanto, essa prática é condenada pela Medicina, principalmente o ato de cobrir o ferimento com tais substâncias, o que pode piorar a infecção causada pelo impetigo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top