Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Hiperparatiroidismo

O hiperparatiroidismo é um excesso de hormônio das paratireoides na corrente sanguínea do individuo, devido a uma hiperatividade de uma ou mais das quatro glândulas paratireoides presentes no corpo humano. Estas glândulas ovais, do tamanho de grão de arroz estão localizadas no pescoço.

As glândulas paratireoides são responsáveis pela produção do hormônio da paratireoide, que auxilia na manutenção do equilíbrio adequado de cálcio na corrente sanguínea e nos tecidos, que dependam desse mineral para o seu bom funcionamento.

Tipos do hiperparatiroidismo

Segundo especialistas existem dois tipos de hiperparatiroidismo: o primário e o secundário. No hiperparatiroidismo primário, ocorre uma ampliação de uma ou mais glândulas paratireoide que provocam uma produção excessiva de hormônio, resultando em níveis elevados de cálcio no sangue (chamado hipercalcemia), o que pode resultar em grande variedade de complicações de saúde.

O hiperparatiroidismo secundário é resultado de outra enfermidade que causa os baixos níveis de cálcio no corpo humano. A intervenção cirúrgica é o tratamento mais comum para hiperparatiroidismo até o presente momento.

Sintomas do hiperparatiroidismo

O hiperparatiroidismo é muitas vezes diagnosticado antes mesmo dos sintomas da doença serem aparentes. Quando os sintomas ocorrem, eles são o resultado de um dano ou distúrbio em outros órgãos ou tecidos do corpo humano, devido a elevados níveis de cálcio presentes na circulação sanguínea, ou uma quantidade insuficiente de cálcio nos ossos.

Alguns sintomas podem ser tão amenos e não específicos que não se parecem aos que estão relacionados com a função da paratireoide, ou eles podem ser mais graves. Os tipos de sinais clínicos ou sintomas apresentados pelos indivíduos afetados incluem:

Ossos frágeis que facilmente sofrem fraturas (osteoporose), pedras nos rins, micção frequente, dor abdominal, sensação de cansaço ou fraqueza, depressão, dores nos ossos e articulações, náuseas, vômitos, perda de apetite, entre outros.

Causas do hiperparatiroidismo

O hiperparatiroidismo é causado por fatores que contribuem para o aumento da produção do hormônio da paratireoide. As glândulas paratireoides mantem seus níveis adequados de cálcio e de fósforo no seu corpo humano, gerando a secreção do hormônio da paratireoide (PTH) ou não, como se fosse um termostato controlando um sistema de aquecimento para manter uma temperatura constante do ar.

A vitamina D está também envolvida na regulação da quantidade de cálcio na corrente sanguínea.

Normalmente, este processo de equilíbrio funciona muito bem. No entanto, quando o nível de cálcio presente no sangue cai muito, suas glândulas paratireoides secretam hormônio suficiente para restabelecer o equilíbrio. O hormônio aumenta os níveis de cálcio pela liberação de cálcio dos ossos e aumenta a quantidade de cálcio absorvida no intestino delgado do indivíduo.

Quando os níveis de cálcio no sangue estão muito elevados, as glândulas paratireoides produzem menos hormônio. Mas, às vezes, uma ou mais destas glândulas produzem muito hormônio resultando em níveis muito elevados de cálcio (hipercalcemia) e baixos níveis de fósforo na corrente sanguínea.

O cálcio é um mineral mais conhecido pelo seu papel em manter os dentes e ossos saudáveis. Mas ele também possui outras funções. Por exemplo, o cálcio é importante para a transmissão de sinais em células nervosas e está envolvido na contração muscular no corpo humano. O fósforo é outro mineral que trabalha em conjunto com o cálcio nessas funções.

Tratamento do hiperparatiroidismo

A cirurgia é o tratamento mais comum para o hiperparatiroidismo primário e fornece uma cura de pelo menos 90% de todos os casos.

Medicamentos também são utilizados para o tratamento de hiperparatiroidismo, a critério médico.

A terapia de reposição hormonal, para as mulheres que passaram pela menopausa e apresentam sintomas de osteoporose, pode auxiliar a reter o cálcio dos ossos.

Por Salete Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top