Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Cistite

A cistite é uma doença que se caracteriza por uma inflamação ou infecção na bexiga, por isso ela pode ser conhecida também como infecção urinária. A grande maioria das cistites não são consideradas complições clínicas sendo de fácil resolução mediante o tratamento adequado, apesar de existir outros tipos de cistite, iremos abordar neste artigo a cistite bacteriana que é a mais comum.

Esta doença apresenta uma alta incidência em mulheres, no entanto ela pode atingir todas as faixas etárias e sexo. Cerca de 50% das mulheres adultas apresentarão cistite, assim também como crianças até dez anos ocorrendo 3% nas meninas e 1% nos meninos desta faixa etária.

Tipos de cistite

  • Cistite bacteriana – causada por germes naturais da flora bacteriana provenientes do trato intestinal.
  • Cistite intersticial – Suspeita-se que esta doença seja auto imune, ou seja, o próprio sistema imunológico provoca a doença. A parede da bexiga permanece lesionada, causando infecção e inflamação na bexiga, caracteriza-se por ser uma inflamação crônica que pode ocasionar redução da capacidade de funcionamento da bexiga.
  • Cistite por radiação – Indivíduos que fizeream radioterapia em órgãos pélvicos podem contrair uma inflamação decorrente deste processo que é chamada de cistite rádica.
  • Cistite hemorrágica – Ocorre em cerca de 10% dos indivíduos submetidos a irradiação pélvica ou pós quimioterapia.
  • Cistite eosinofílica – Considerada uma doença rara, ocorre por inflamação por eosinófilos ou necrose do tecido muscular vesical, a sua causa é desconhecida.

Causas da cistite

As causas mais comuns da cistite é a contaminação do trato urinário inferior ( uretra e bexiga) pela Bactéria Escherichia coli presente no trato intestinal. As mulheres são mais propensas devido a anatômia corporal que  apresentam, onde a uretra é menor que a do homem além da proximidade entre vagina, ânus e orifício da abertura do canal da uretra.

Alguns fatores favorecem a cistite, são eles:

Higienização incorreta das partes íntimas  – Sabe-se que a higienização incorreta das partes íntimas favorece a proliferação de bactérias, que podem penetrar na bexiga e uretra. Isto ocorre principalmente entre meninas de 1 a 10 anos de idade.

Relações sexuais –  As relações sexuais podem favorecer a cistite nas mulheres, pois elas apresentam maior probabilidade de invasão de bactérias na bexiga por terem a uretra curta.

Gravidez – O esvaziamento da bexiga pode não ser completo na gravidez, devido a compressão do feto sobre a bexiga. Isto pode favorecer o acúmulo de bactérias nesta região.

Sintomas

  • Aumento da frequência das micções
  • Alteração na cor da urina
  • Dor, ardência e dificuldades para urinar
  • A urina com presença de sangue
  • Pouca eliminação de urina em cada micção
  • Febre
  • Dores lombares, no baixo ventre e na bexiga
  • Mal cheiro ou odor forte na urina

Diagnóstico – É realizado pelo médico, mediante a análise dos sintomas apresentados e da história clínica. O profissional em geral, solicita um exame de urina tipo I e uma urocultura com antibiograma que visa identificar o agente infeccioso.

Prevenção

  • Ingestão elevada de água – A medida que o indivíduo bebe bastante água, o líquido tende a eliminar as bactérias presentes na bexiga;
  • Higienização adequada das áreas genitais – Estas áreas devem estar sempre bem limpas, isto é válido tanto para crianças como para adultos. Vale a pena lembrar que o papel higiênico deve ser passado de frente para trás para evitar a contaminação por bactérias.
  • Urinar com frequência – Esvaziar sempre a bexiga, combate o acúmulo de bactérias.
  • Evitar o uso de absorventes internos

Tratamento – O tratamento da cistite será proposto pelo médico que irá indicar o antibiótico ou quimioterápico necessário bem como o período de tratamento, que deve ser respeitado mesmo que os sintomas desapareçam rapidamente.

 

 

 

 


 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top