Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Blastomicose

O termo blastomicose é usado para descrever uma infecção com um fungo denominado Paracoccidioides brasiliensis, embora o termo Paracoccidioidomicose seja mais comumente usado para descrever esta condição.

A blastomicose é uma infecção causada por fungos presentes no organismo humano denominado Blastomyces dermatitidis. Esta infecção é endêmica e atingiu grandes porções da América do Norte. A blastomicose causa sintomas clínicos semelhantes aos da histoplasmose.

Causa da blastomicose

B. dermatitidis é a forma assexuada da dermatitidis Ajellomyces, que pode ser diferenciada com base na presença ou ausência de “Antígeno A”, a B. dermatitidis pode ou não ficar positivo para ele, que é considerado um fungo dimórfico.

Patogênese da blastomicose

A Blastomyces dermatitidis ocorre a partir de uma lesão no cão. A B. dermatitidis são inaladas e fagocitadas por neutrófilos e macrófagos em alvéolos. Alguns destes elementos que participam da fagocitose fogem e se transformam em fase de levedura rapidamente. Tendo paredes espessas, elas são resistentes à fagocitose e expressam glicoproteína BAD-1, que é um fator de virulência.

No tecido pulmonar, elas se multiplicam e podem se difundir através do sangue e do sistema linfático para outros órgãos, incluindo a pele, osso, trato genital e urinário, e em casos mais graves pode afetar até o cérebro humano. O período de incubação é de 30 a 100 dias, embora a infecção possa ser assintomática durante esse período.

Sinais e sintomas

A Blastomicose pode apresentar-se numa das seguintes formas:

  • Uma doença semelhante à gripe, com febre, calafrios, dores nas articulações, mialgia (dor muscular), dor de cabeça e tosse não produtiva, que pode se resolver dentro de alguns dias;
  • Uma doença aguda bacteriana semelhante à pneumonia, com sintomas de febre alta, calafrios, tosse produtiva e dor pleurítica;
  • Uma doença crônica que imita a tuberculose ou câncer de pulmão, com sintomas de febre baixa, tosse produtiva, suores noturnos e perda de peso;
  • Uma doença rápida, progressiva e grave que se manifesta, com falta febre, falta de ar, taquipneia, hipoxemia, e infiltrados pulmonares;
  • Lesões da pele, geralmente assintomáticas, e podem ser do tipo de uma verruga ou ulcerada com pequenas pústulas nas margens;
  • Lesões líticas ósseas que podem causar fortes dores ósseas;
  • A Prostatite pode ser assintomática ou pode causar dor ao urinar.
  • Envolvimento da laringe provoca rouquidão;
  • Quarenta por cento dos indivíduos imunocomprometidos têm envolvimento no sistema nervoso e está presente também como um abscesso cerebral, ou meningite.

Diagnóstico

Quando suspeitado, o diagnóstico de blastomicose geralmente pode ser confirmado pela demonstração das características gerais baseadas em secreções do organismo como escarro ou biopsia de tecido da pele ou de outros órgãos que pode ser necessário a fim de diagnosticar a doença.

Tratamento

Itraconazol é um medicamento administrado por via oral, e é o tratamento de escolha para a maioria das formas de doença. Ketoconazole também pode ser utilizado. As taxas elevadas de cura, e o tratamento ao longo de um período de meses, são geralmente bem tolerados.

Anfotericina B é consideravelmente a substância mais tóxica, e é geralmente reservada para pacientes imunocomprometidos que estão criticamente doentes, e aqueles com doença do sistema nervoso central. Vale ressaltar que todo medicamento só pode ser utilizado mediante prescrição do médico que acompanha o caso.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top