Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Aneurisma cerebral

Também conhecido como aneurisma sacular, o aneurisma cerebral é uma dilatação de uma artéria cerebral que se evoluir pode levar até uma hemorragia, ou então comprimir regiões cerebrais importantes. Veremos nesse artigo como se forma o aneurisma cerebral e qual a melhor maneira de preveni-lo ou tratá-lo.

Riscos do aneurisma cerebral

Quando há uma dilatação em uma parede arterial enfraquecida no cérebro humano, a pressão sanguínea força essa área, dilatando-a e fazendo com que ela cresça.

Se esse problema não for tratado de forma adequada, o tecido vascular poderá se romper ocorrendo uma hemorragia ou uma compressão que pode levar a um comprometimento cerebral grave que pode deixar o indivíduo afetado com sequelas ou então levá-lo a óbito.

Normalmente os sangramentos que ocorrem pela ruptura do tecido aparecem com mais frequência em pessoas do sexo feminino partir da faixa etária de cinquenta anos.

De acordo com especialistas, a ocorrência de aneurisma cerebral congênito é muito rara nos seres humanos, mas existe a chance da criança já nascer com uma fragilidade nos vasos, o que no futuro poderá levá-la a ter um episódio de aneurisma no cérebro.

Etiologia do aneurisma cerebral

O aneurisma cerebral é considerado uma enfermidade de grande gravidade, pois apenas um apequena parcela de indivíduos afetados conseguem sobreviver a um episódio de aneurisma e os que conseguem superar o problema, normalmente apresentam sequelas pelo resto da vida que causam um comprometimento na qualidade total de suas vidas.

De acordo com especialistas cerca de quinze por cento das pessoas que apresentaram aneurisma cerebral pertenciam a uma família que já teve outra pessoa acometida da mesma enfermidade, por isso uma das causas apontadas seria uma predisposição familiar.

Além disso, fatores como aumento dos níveis na corrente sanguínea de triglicérides ou colesterol (Dislipidemia), pressão arterial alta (facilita a ruptura vascular favorecendo o aparecimento do aneurisma), Diabetes, vício do tabagismo, consumo exagerado frequente de bebidas alcoólicas também são fatores apontados como causadores do aneurisma cerebral nos indivíduos.

Principais sintomas do aneurisma cerebral

Os especialistas informam que dependendo do tamanho do aneurisma ele pode ser assintomático. Por exemplo, no caso dos aneurismas que são pequenos eles não costumam apresentar sintomas.

Porém, à medida que vão crescendo e comprimindo áreas cerebrais, os sinais clínicos irão aparecer de acordo com a região cerebral que foi mais afetada.

Quando há a ruptura dos vasos e posterior sangramento, os sintomas mais frequentes são sensação de náuseas, vômitos, intensa dor de cabeça repentina, e em alguns casos perda da consciência.

Vale lembrar que se a pessoa não for socorrida imediatamente após esse episódio, devido a grande quantidade de sangramento, ela poderá vir a óbito.

Diagnóstico e tratamento do aneurisma cerebral

O diagnóstico do aneurisma cerebral é realizado através de um exame conhecido como angio-ressonância magnética. Quando mais cedo os aneurismas forem detectados melhores as chances de sobrevida do paciente. Uma vez constatado o diagnostico, o tratamento é feito através de uma intervenção cirúrgica.

Vale ressaltar que a opção pela cirurgia leva em conta o tamanho do aneurisma e as condições orgânicas do indivíduo. Em casos nos quais não seja possível a cirurgia, atualmente é realizado um procedimento conhecido como embolização por via endovascular que vem se tornando uma excelente opção terapêutica no tratamento do aneurisma cerebral.

Por Salete Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TopBack to Top