Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Giga Mundo – Saúde Dicas de saúde,Terceira Idade Cuidados na alimentação dos idosos

Cuidados na alimentação dos idosos

O envelhecimento natural faz parte do ciclo de vida e não há o que possamos fazer para evitá-lo – entretanto, com os devidos cuidados, podemos estender a nossa longevidade. Uma das preocupações pertinentes a esse grupo de pessoas é quanto à alimentação, pois devido a várias mudanças orgânicas o consumo da mesma pode apresentar um papel diferenciado e ainda mais importante.

Os cuidados na alimentação dos idosos apresentam vários papéis e um deles é garantir que o nosso corpo funcione perfeitamente, reduzindo as chances de desenvolvermos certas doenças bem como tratando outras já adquiridas. Doenças cardiovasculares, orto-musculares, digestivas ou nervosas podem ser combatidas por meio de uma dieta balanceada e adequada para a faixa etária em que a pessoa se encontra.

A fome é um sinal fisiológico de que nosso corpo precisa alimentar-se, entretanto, na medida em que envelhecemos, nossas necessidades nutricionais são reduzidas e, então, esse sinal passa a demorar mais para aparecer. Mas atrasar refeições ou mesmo não alimentar-se em uma delas pelo fato de não sentir fome pode levar a outros problemas, pois apesar de não sentirmos fome isso não significa que não precisamos repor nossas energias. Pessoas que não se alimentam corretamente, independentemente da faixa etária em que se encontram, poderão desenvolver sérias disfunções alimentares, mas tais problemas podem ser ainda mais críticos em pessoas idosas.

Café da manhã, almoço e jantar devem ser cumpridos rigorosamente e o idoso deve manter pelo menos um lanche, possivelmente no período da tarde – assim, pode-se garantir o consumo de alimentos presentes em todos os grupos alimentares. Considere o consumo de pão, leite e algumas frutas no café da manhã, arroz, feijão e/ou macarrão acompanhando alguma carne no almoço e outros alimentos da preferência da pessoa compondo o lanche e o jantar.

O cálcio possui importante papel na formação óssea, de tal forma que seu consumo deve ser feito na quantidade certa: nem muito nem tampouco, pois tanto a deficiência quanto o acúmulo excessivo podem ser prejudiciais. Busque então o apoio de um médico, nutricionista ou outro profissional da área de saúde para saber como melhor inserir alimentos em seu cardápio que garantirão o consumo certo desse mineral.

E as vitaminas também possuem papel importante em nosso corpo: além da muito famosa vitamina C, também a vitamina B12 possui papel de destaque. A deficiência de tal vitamina pode levar a problemas nervosos, como dificuldades em memorização ou concentração bem como acentuar ainda mais a falta de apetite. Sendo assim, é urgente que mantenha sempre uma boa concentração de vitamina B12 em suas refeições a fim de melhor garantir o seu bem-estar.

A dosagem certa de nutrientes e boas medidas preventivas contra doenças crônicas não-transmissíveis podem ser obtidas quando há cuidados cetos na alimentação de pessoas idosas e é isso que você precisa ter sempre em mente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top