Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Giga Mundo – Saúde Dicas de saúde Como escolher um bom veterinário

Como escolher um bom veterinário

Como anda a saúde de seu bichinho de estimação? Espero que bem! Mas, independente dele estar saudável ou não neste exato momento, é importante lembrá-lo que o mesmo precisa realizar visitas a um bom veterinário ao menor sinal de problema de saúde ou após um acidente, mesmo que aparentemente ele esteja bem. E é por isso que é tão importante saber como escolher um bom veterinário, pois é com a ajuda do mesmo que garantiremos que, na hora em que precisarmos de sua ajuda, poderemos contar com ela e assim oferecer uma melhor qualidade de vida para o nosso animal de estimação.

Se você acha que somente humanos requerem cuidados na escolha de um certo médico para cuidar de sua saúde e que com os animais “serve qualquer um”, então talvez você ainda não tenha um animal de estimação, pois, se tivesse, e já convivesse com o mesmo há anos, é bem provável que a sua opinião mudasse, afinal de contas, ele praticamente se torna parte de sua família.

A compreensão nos detalhes

Quando você vai a um médico, o que acontece? Você diz ao seu médico tudo o que está sentindo e, baseando-se nisso e em alguns exames, determina-se o problema de saúde, não é mesmo? Bem, com os cães, gatos e outros bichos de estimação não dá para ser bem assim, pois eles não falam – ao menos não em uma linguagem compreensiva para nós humanos. Então é muito importante a escolha de um veterinário que saiba perceber nos detalhes, por exemplo, na forma como o animal está respirando, como ele anda, etc. para garantir que ele identificará mais facilmente qual o problema de saúde que o mesmo possui.

É engraçado falar isso, pois muitos até dizem: mas isso todos os veterinários fazem! Infelizmente, não. Todos aprenderam na academia os conceitos, mas a prática é levemente diferente e com o tempo se ele não exercita seus conhecimentos ele pode até mesmo nem lembrar mais! Então a escolha de um veterinário que preste atenção em tudo o que seu animalzinho faz é um importante passo.

Ele deve conversar com seu animal

Você já viu aquele tipo de veterinário que, quando diante de um bichinho de estimação, começa a falar e agir como se estivesse a comunicar-se com o animal? Então, agindo dessa forma, o animal pode sentir-se bem recebido e agir mais naturalmente, demonstrando o que está afligindo-lhe.

Alguns podem até achar que isso é bobagem, mas não é, principalmente quando o seu cão ou gato está muito estranho, sem comer ou beber água direito, mas ninguém consegue identificar por quê.

Deve ter uma clínica bem equipada

Outro ponto importante é que a clínica do veterinário precisa estar bem equipada, pronta para a realização de exames e possíveis cirurgias de emergência. Assim, caso seja necessário, você já sabe aonde irá.

Algumas pessoas não sabem, mas os animais, conforme vão ficando mais velhos, também precisam de atenção extra, por exemplo, por meio da realização de exames periodicamente, de forma similar a nós humanos. Sendo assim, já contar com o apoio de um veterinário que possua uma clínica preparada para tais exames pode ser uma excelente ideia.

Por agora, deixaremos só essas dicas, que apesar de não serem muitas, são essenciais para percebermos que na hora de escolher um veterinário não é somente o preço do serviço do mesmo que deve ser levado em consideração, ok?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top