Depressão na adolescência

Muitas pessoas acham que a depressão na adolescência é algo raro, mas isso nem sempre é verdade. A adolescência é uma fase em que o ser humano enfrenta diversas mudanças psicológicas, sociais, físicas e comportamentais, no entanto a maioria dos adolescentes consegue equilibrar essa difícil etapa através da boa convivência com os amigos, obtendo êxito na escola ou fazendo atividades externas.

Mau humor uma vez ou outra é de se esperar, mas a depressão é algo diferente. Ela pode destruir ou alterar a personalidade de um adolescente, causando uma enorme sensação de tristeza, desespero, raiva ou ideias suicidas.

Sinais e sintomas de depressão na adolescência

Adolescentes enfrentam várias situações novas, que envolvem as alterações da puberdade e questões que envolvem a formação de personalidade bem como a identificação com grupos da mesma faixa etária. A transição natural da criança ao adulto também pode trazer conflito parental, quando os adolescentes começam a afirmar sua independência.

Nessa situação, a depressão e o mau humor de adolescente normal, dificultam o diagnóstico do real problema que atinge o adolescente, tornando essa fase ainda mais complexa. Os adolescentes deprimidos não necessariamente parecem triste e nem sempre se isolam dos outros. Para alguns adolescentes que enfrentam a depressão, os sintomas mais evidentes são raiva, irritabilidade e agressividade.

De uma maneira geral os sintomas da depressão juvenil são: tristeza ou desesperança, irritabilidade, raiva, hostilidade, choro frequente, isolamento de amigos e familiares, perda de interesse em atividades, mudanças na alimentação e hábitos de sono, inquietação e agitação, sentimentos de inutilidade e culpa, falta de entusiasmo e motivação, fadiga ou falta de energia, dificuldade de concentração, vontade de morrer ou tirar a própria vida.

Efeitos da depressão na adolescência

Os problemas associados a depressão na adolescência estão muito além de um humor melancólico. Muitos comportamentos rebeldes ou atitudes agressivas em adolescentes são na verdade indícios de depressão. A seguir estão algumas maneiras sobre como os adolescentes podem agir em uma tentativa de lidar seu quadro de depressão:

– Problemas na escola: a depressão pode desencadear pouca motivação e dificuldade de concentração. Em um ambiente escolar, isso pode levar a baixa frequência, uma queda nas notas ou frustração com os trabalhos escolares que antes o adolescente conseguia fazer com sucesso;

-Isolamento: muitos adolescentes deprimidos pensam em isolar-se das pessoas, inclusive dos familiares. Tal tentativa é geralmente grito de socorro;

-Uso de drogas e abuso de álcool: os adolescentes podem usar o álcool ou as drogas em uma tentativa de aliviar os sintomas de sua depressão. Infelizmente, o uso abusivo dessas substâncias só pioram as coisas;

– Baixa autoestima: a depressão pode desencadear e intensificar os sentimentos de feiura, vergonha, sentimento de inferioridade e, fracasso;

Tratamento para depressão adolescente

A depressão é muito prejudicial quando não tratada, por isso, se a você identificar nos adolescentes indícios de depressão deve procurar imediatamente ajuda de um profissional especializado na área de psiquiatria e psicologia. Os pais devem estar preparados para auxiliar seu médico fornecendo informações específicas sobre os sintomas de depressão no seu filho, incluindo o quanto eles estão afetando a vida diária do adolescente.

O médico também deve ser informado sobre quaisquer parentes próximos que já foram diagnosticados com depressão ou outro transtorno de saúde mental. Como parte da seleção de depressão, o médico irá realizar no adolescente um exame físico. Se não houver nenhum problema orgânico ou emocional que esteja causando a depressão de seu filho adolescente, pergunte ao seu médico como encaminhá-lo a um psicólogo ou psiquiatra especializado em crianças e adolescentes. A depressão na adolescência pode ser tratada como as opções de tratamento psicoterapêutico e, com medicamentos antidepressivos.

Se você gostou deste artigo, então que tal...

Depressão durante a infância

Depressão e gravidez

Antidepressivos

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Email
Print