Depressão infantil ou na adolescência

A depressão é uma doença grave que deve ser tratada de modo adequado para evitar maiores transtornos aos seus portadores. Principalmente em se tratando de depressão infantil ou na adolescência, que são fases nas quais os problemas ganham proporções ainda maiores, os cuidados devem ser redobrados.

Nesse artigo veremos como a depressão se manifesta em crianças e jovens e como detectá-la em tempo hábil para iniciar o tratamento.

Principais sintomas da depressão em crianças e jovens

A depressão de uma maneira geral, ainda é uma doença não muito compreendida por uma parcela significativa da população. Prova disso é que essa palavra é usada de maneira errônea para descrever estados de tristeza ou angústia passageiros que aparecem quando o indivíduo está passando por algum problema. No entanto, a depressão é uma enfermidade grave que se não for diagnosticada de maneira correta e tratada de modo adequado pode levar o indivíduo a cometer suicídio.

Quando a pessoa é adulta fica mais fácil identificá-la, pois o indivíduo consegue expressar seus sentimentos e ideias de tristeza, pessimismo ou ideias suicidas, ou então tende a somatizar esses pensamentos através de algum problema orgânico. Já no adolescente e principalmente na criança que ainda não sabe expressar seus sentimentos de forma adequada, identificar a depressão fica bem mais difícil.

No entanto, um especialista da área de psiquiatria ou psicologia tem condições de avaliar através do comportamento do jovem ou da criança se eles já apresentam o problema.

Quando eles se sentem inseguros, quietos, sem vontade de sair com os outros para brincar preferindo ficar em casa com o pai e a mãe, ou quando eles têm alguma alteração no sono, como insônia ou então dormir em excesso, é o momento dos pais procurarem uma ajuda profissional.

Outra característica do sono é que eles costumam ter pesadelos e não querem ficar sozinhos procurando os pais para dormir com eles, pois demonstram muito medo.

Além disso, tanto a criança quanto o jovem deprimido principalmente no período escolar quando a convivência com seus pares é inevitável, a ansiedade que os acomete por medo dessa situação pode provocar sintomas orgânicos como frequentes dores de cabeça ou de barriga.

Depressão infantil ou na adolescência

Diagnóstico da depressão em crianças e jovens

Segundo especialistas uma das principais características da criança e do jovem que apresentam depressão é o fato de não demonstrarem interesse por nenhum tipo de brincadeira, diversão ou estudo. Geralmente, no ambiente escolar costumam ficar quase paralisados a espera de algum adulto em que confie no caso um professor, por exemplo.

Outro aspecto a considerar é a perda de inciativa e de concentração que ocorre com eles, e que em muitos casos podem levá-los a uma dificuldade na aprendizagem, porém eles não apresentam nenhum déficit cognitivo, pelo contrário às vezes são muito inteligentes, mas as depressões os fazem parecer mais tolos do que realmente são.

Outros sintomas descritos pelos médicos foram: redução da atividade física, alterações durante o período de sono, variações no apetite, ora comem muito, ora ficam sem fome, e um medo ou receio de algo que eles não sabem explicar, e que persiste por um bom tempo em suas vidas.

Tratamento

O tratamento é realizado com antidepressivos em dosagens mais baixas que as administradas nos adultos, e acompanhamento psicológico e psiquiátrico constante, que envolvem também a participação dos pais do jovem e da criança.

Por Salete Dias

Se você gostou deste artigo, então que tal...

Depressão e gravidez

Álcool na depressão

Teste de depressão

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Email
Print