Archive for Terceira Idade

Transtornos mentais em idosos

Muitas pessoas que convivem com pessoas idosas às vezes ficam sem saber como lidar quando se deparam com algum transtorno mental nesses indivíduos. Nesse artigo veremos qual a melhor maneira de lidar com esses distúrbios que tanto afetam os idosos e seus familiares.

Principais transtornos mentais em idosos

De acordo com especialistas, uma das razões pelas quais os distúrbios psicológicos em idosos são mais difíceis de diagnosticar é que poucas pessoas esperam que isso aconteça. Em vez disso, elas preferem acreditar no isolamento e na diminuição dos círculos sociais durante o envelhecimento.

Os idosos deixam de denunciar estas questões para os profissionais de saúde, e acabam recebendo o tratamento de especialistas não muito adequados a suas reais necessidades.

Alguns distúrbios podem parecer comuns ao envelhecimento, tais como a demência e doença de Alzheimer, porém não há ainda evidências científicas que comprovem essa relação com o processo de envelhecimento.

Depressão nos idosos

Os psicólogos estimam que 15 por cento dos idosos estejam deprimidos. A depressão é a causa mais comum de internação hospitalar, no entanto, é muitas vezes diagnosticada em pacientes idosos.

O isolamento social, a diminuição das atividades de vida diária e um humor triste ou deprimido são comuns à depressão, independentemente da idade da pessoa. Estudos recentes indicam que o paciente idoso responde tão bem à terapia com antidepressivos e comportamentais, como um paciente mais jovem.

Transtornos psicóticos em pessoas idosas

O tipo mais comum de psicose em pessoas idosas é a paranoia e, em alguns casos, a esquizofrenia. A esquizofrenia é encontrada em menos de um por cento da população idosa, e pouco mais de um por cento da população em geral.  A maioria dos adultos idosos que apresenta sinais de paranoia muitas vezes se queixa de que estão sendo abusados ou maltratados por amigos e familiares. Há também o medo de ser colocado em uma instituição ou ter a sua independência comprometida.

A perda auditiva e a diminuição das habilidades sensoriais associadas com o envelhecimento normal podem contribuir para algumas dessas questões. A esquizofrenia e paranoia podem ser tratadas através de psicoterapia e de alguns medicamentos, e a ajuda deve ser procurada imediatamente para o paciente que está apresentando esses sintomas.

Abuso de substâncias tóxicas e álcool pelos idosos

Embora seja raro para uma pessoa idosa abusar de substâncias ilegais, tais como o uso de heroína ou cocaína, e álcool esse vícios são também encontrados nos pacientes idosos.

O abuso de medicamentos prescritos é comum, especialmente uma vez que alguns pacientes têm vários médicos para uma variedade de doenças, resultando em excesso de medicamentos prescritos. O abuso de álcool pode até ser agravado pela depressão, a perda de amigos, da família, ou de outros problemas de saúde mental.

Demência e Doença de Alzheimer
 
Talvez os mais conhecidos distúrbios psicológicos em idosos sejam a demência e doença de Alzheimer. A demência em certos casos pode ser atribuída a condições médicas e pode ser reversível, como no caso de demência vascular. É importante fazer um exame médico para descartar causas físicas da demência.

A doença de Alzheimer é apenas um dos muitos tipos de demência, no entanto, é muitas vezes o mais difícil de tratar. Existem medicamentos que ajudam a reduzir a queda de pacientes com demência ou doença de Alzheimer, e os cuidados devem ser procurados o mais rapidamente possível, para determinar se eles podem ser benéficos aos pacientes.

Por Salete Dias

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Alimentação na terceira idade – uma coisa séria


Uma pessoa esperta sabe que pode tornar-se um idoso bastante disposto e cheio de saúde, independente do que muitos lhe digam, desde que siga certas premissas. Há alguma razão para alguns terem uma vida mais saudável que outros quando idosos? Uma boa nutrição pode ser a melhor pista para a felicidade de muitas pessoas idosas.

Medicamentos e alimentação podem, juntos, acelerar e muito o processo de recuperação de certas enfermidades, mas para isso, é necessário que se leia a bula dos remédios a fim de saber como melhor consumi-los. Se o medicamento exige seu consumo em jejum, logo antes ou após as refeições, tais recomendações devem ser seguidas.

A educação alimentar é outro ponto vital do qual muitas vezes esquecemos de comentar, mas sem o qual não conseguiremos os mesmos resultados de nossa alimentação em nossas vidas. Não dá para descrever quão bom pode ser para a sua vida estar ciente sobre o impacto positivo ou negativo que cada alimento pode ter em sua rotina diária. Quem aproveita esses bons momentos para aprender mais sobre como melhor alimentar-se poderá tirar proveito de sua alimentação.

Aspectos da alimentação na terceira idade

Segundo a pirâmide alimentar, doces e alimentos gordurosos devem ser evitados a todo custo. Açúcar em excesso não faz nada bem para o nosso organismo, não importa se somos muito jovens ou mais experientes, mas é para estes últimos que o efeito pode ser ainda pior, pois o organismo já não metaboliza o açúcar na mesma velocidade.

Alimentar-se pode ser bom, mas quando o fazemos ao lado de boas companhias, pode ser ainda melhor. Que tal convidar filhos e netos para um lanche em sua casa no domingo à tarde? Rir e divertir-se, assim como uma boa alimentação, fazem bem para o nosso corpo.

Aproveite alguns momentos para experimentar novos pratos saudáveis. Seus almoços não precisam ser sempre os mesmos, repetitivos e pouco interessantes. Livros, revistas e websites na Internet podem ajudá-lo na busca por novas receitas a serem experimentadas, receitas estas que podem verdadeiramente surpreendê-lo.

É na terceira idade que começaremos a perceber todo o impacto causado por hábitos alimentares desregrados, mas sempre há tempo para começar a corrigi-los. Terceira idade não precisa ser sinônimo de debilidade ou desânimo, pelo contrário, você pode tornar esta um sinônimo para grandes realizações e satisfação pessoal.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Atividade física para idosos

Por que atividade física para idosos? Porque os benefícios desta prática são inúmeros e afetam diretamente em melhores condições de vida na terceira idade, bem como diminuem a dependência nas atividades diárias, previnem e controlam doenças, e até mesmo impedem seu agravo. Além de estar relacionada intimamente com a reabilitação do paciente.

A população mundial vem crescendo volumosamente e isso faz com que este crescimento seja associado às doenças relacionadas ao envelhecimento. As principais são as psicomotoras e as crônico-degenerativas, que diminuem muito a qualidade de vida dos idosos. Por isso a atividade física para idosos é imprescindível.

Ao fazer atividade física regular o idoso:

  • Aumenta o volume de oxigênio no sangue;
  • Melhora sua sensibilidade à insulina, prevenindo assim a diabetes e até controlando-a;
  • Reduz a perda de massa óssea, evitando a osteoporose;
  • Diminui o LDL (mal colesterol) e aumenta o HDL (bom colesterol);
  • Aumenta a massa muscular, flexibililade e equilíbrio;
  • Evita doenças cardio-respiratórias;
  • Reduz a ansiedade e depressão;
  • Controla a pressão arterial;
  • Impede o aumento do peso corporal, entre outros.

É importante lembrar que há riscos na prática da atividade física,  por isso ela deve ser executada de forma consciente e mais correta possível, principalmente nos idosos. A fim de evitar lesões e/ou fraturas ósseas, alterações no ritmo e/ou na frequência cardíaca (arritmias cardíacas) e infarto do miocárdio, em decorrência da atividade física (ocorre normalmente quando o indivíduo não é bem treinado e submete-se às atividades físicas vigorosas).

Atenção! Antes de iniciar qualquer prática de exercícios físicos, procure um médico para averiguar como anda seu estado de saúde para que não venha ocorrer incidentes prejudiciais ao funcionamento do seu corpo e até algo mais grave como já foi citado neste artigo.

Vejamos alguns exercícios que podem ser feitos para a promoção e manutenção da saúde do idoso:

  • Caminhada;
  • Bicicleta;
  • Hidroginástica;
  • Musculação adaptada (de acordo com as especificidades de cada um);
  • Exercícios de flexibilidade e alongamentos.

Esses exercícios devem ser monitorados por profissionais da saúde qualificados para tal. Cuidados com a saúde nunca é demais, então fique atento ao assunto e tenha maior qualidade de vida!

Dicas:

  • Não realize exercícios se não estiver bem fisicamente;
  • Não faça nenhum exercício sem se alimentar, mas também não pode fazer logo após a refeição;
  • Tenha uma boa alimentação (fibras, vitaminas, carboidratos e proteínas);
  • Mantenha-se sempre hidratado.

A atividade física para idosos precisa e deve estar incluída em programas de políticas públicas de saúde. Dessa maneira ter-se-á longevidade com maior qualidade de vida.

Espero ter contribuído com a sua saúde, obrigado!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Alimentação na terceira idade – um passo fundamental para a saúde

Porque algumas pessoas alcançam a terceira idade ainda com uma aparência bastante jovem enquanto outras não conseguem isso? O que leva alguns a ter uma vida tão feliz quando idosos? Vários fatores podem influenciar as vidas dessas pessoas, levando-as a dias mais saudáveis e felizes e um desses fatores pode ser a sua alimentação.

Alimentação na terceira idade

Muitos cuidados são necessários a fim de uma terceira idade mais feliz, dentre eles a preocupação quando ao consumo de medicamentos seguindo-se somente a prescrição médica e nos horários recomendados – por exemplo, se um medicamento deve ser tomado ou não em jejum ou logo após uma refeição. Se um medicamento não deve ser tomado em conjunto com alimentos então não o faça, não ache que é bobagem seguir tais regras.

Uma boa reeducação alimentar é sempre bem-vinda, não importa qual é a nossa idade, pois sempre estamos prontos para aprender coisas novas – apesar de ditados populares dizerem o contrário. Um pouco de conhecimentos sobre a boa nutrição não pode fazer mal a ninguém, pelo contrário, pode ser a diferença entre acordar pela manhã cheio de dores ou com bastante disposição. E ignore todos aqueles que dizem que pessoas idosas já não mais podem aprender ou mudar seus hábitos!

E na hora de escolher o que comer, busque sempre evitar a tentação das guloseimas. Não são somente os diabéticos que precisam tomar cuidado com o consumo de açúcar: quando envelhecemos, nosso corpo já não é mais o mesmo e o metabolismo do açúcar passa a ser mais demorado, o que significa que consumo de açúcar em excesso pode levar ao acúmulo deste em nossa corrente sanguínea.

E se suas refeições são um tanto solitárias, a solução é tornar esse momento em um ponto de encontro com amigos e familiares! Você pode, por exemplo, marcar um encontro familiar em sua casa aos domingos e convidar irmãos e filhos para um grande e delicioso almoço! O horário das refeições não precisa ser realizado de forma solitária!

Experimente novos, deliciosos e saudáveis pratos! Uma nova experiência gastronômica pode não só trazer mais energia, mas também mais disposição e ânimo para o seu dia. Você pode procurar por livros de receitas culinárias e fazê-los você mesmo ou ir àquele restaurante em que você sempre quis ir e pedir aquele prato especial!

A alimentação é capaz de ajudar nosso corpo a reparar danos sofridos so longo do dia, mas também pode ser um momento de alegria, quando realizada ao lado de pessoas que se ama e em lugares onde gostamos de estar. Lembre-se sempre que a alimentação na terceira idade pode ser muito mais do que somente um momento para repor suas energias!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Idosos e os cuidados com a alimentação

Não é segredo que algumas pessoas conseguem alcançar a terceira idade com muito mais disposição que outras – mas qual o segredo delas? Como podemos nos tornar idosos mais felizes, saudáveis e dispostos, qual o segredo daqueles que conseguiram isso? Talvez não haja um segredo em si, mas uma verdade que muitos conhecem: ter uma dieta bem equilibrada e balanceada pode ajudar a ter uma maior disposição para a vida!

Fármacos, de uma maneira geral, não devem ser consumidos sem orientação médica e deve-se seguir esta em todos os seus aspectos, principalmente quanto aos mesmos e a sua alimentação. Inclusive, alguns tipos de chás que algumas pessoas gostam de beber podem prejudicar a absorção de certos medicamentos – comunique ao seu médico caso goste de tomar algum tipo de chá em especial.

Idosos e os cuidados com a alimentação

Quando falamos em nutrição, não nos referimos somente a algumas regras soltas sobre alimentação saudável, há realmente um conjunto de conhecimentos elencados que podem ser empregados por nós, conhecidos como educação alimentar. Comece seu dia muito melhor, escolhendo-se alimentos saudáveis para o seu café da manhã e preparando lanches que não somente serão saborosos, mas também trarão a quantidade certa de energia sem aumentar o risco de colesterol alto, por exemplo. Engana-se quem pensa que já não está mais apto a aprender coisas novas – podemos aprender algo novo todo dia, enquanto vivermos!

Pessoas idosas devem tomar o máximo de cuidado possível quanto ao consumo de certos alimentos, como doces, chocolates e outros alimentos ricos em açúcar. Isso não significa que doces devem ser eliminados completamente, mas o seu consumo deve ser feito de forma tão moderada quanto for possível, pois açúcar em excesso em nosso corpo pode prejudicar nossas funções orgânicas.

Melhor do que uma boa refeição, só mesmo uma boa refeição ao lado de bons amigos, pessoas com quem gostamos de estar e compartilhar experiências e risadas. Sempre que possível, faça suas refeições ao lado de familiares e pessoas por quem você tem muito apreço. Se comer saudavelmente é bom, comer saudavelmente ao lado de amigos é melhor ainda!

E já que estamos falando sobre saúde por meio da alimentação, que tal experimentar alguns dos vários pratos saudáveis que são bastante saborosos? E tal experiência gastronômica pode ser desfrutada em casa ou em um restaurante de sua escolha! Consiga uma boa fonte de receitas culinárias saudáveis, envolvendo principalmente frutas e verduras, e é bem provável que seus almoços e cafés da manhã nunca mais serão os mesmos!

Desde que saiba avaliar bem cada dica e pô-la em prática, este artigo pode ajudá-lo a reestruturar a sua alimentação e conseguir assim uma melhor terceira idade. Então, se você quer muito mais disposição para o seu dia e energia para realizar todas as suas tarefas, um primeiro passo é reestruturar sua alimentação.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Terceira idade mais feliz – o segredo da boa alimentação

Talvez você já tenha percebido que algumas pessoas, quando alcançam a terceira idade, passam a maior parte do tempo a reclamar de suas dores e problemas de saúde, enquanto outras aparentam ser bastante felizes e aproveitam ao máximo cada dia de suas vidas, mas por que essa diferença entre cada uma dessas pessoas? Qual o segredo para tanta felicidade na terceira idade? Talvez o segredo dessas pessoas seja uma boa alimentação, responsável por começarem o dia com muito mais disposição – e é pensando na boa alimentação que decidimos escrever este artigo.

Terceira idade mais feliz

Um cuidado que se deve ter é quanto ao consumo de certos fármacos juntamente com a alimentação (ou na ausência desta, de acordo com as orientações prescritas na bula), pois certos medicamentos podem não surtir o efeito esperado quando não se segue tais regras à risca. Assim, a alimentação, que deveria ser nossa heroína por repor nossas energias, pode acabar por tornar-se “vilã” uma vez que prejudicaria o efeito do medicamento.

Vale salientar a importância da educação alimentar e não importa qual a sua idade, se você apresenta hábitos alimentares ruins, nunca é tarde demais para corrigi-los. Sendo assim, dê um passo adiante em sua vida e procure aprender mais sobre como você deve se alimentar para que possa ter uma vida sempre tranquila e feliz. E jamais pense que, quando na terceira idade, já não mais podemos aprender coisas novas!

Cuidado também quanto ao consumo excessivo de doces. Muitos acreditam que tal regra só vale para crianças e pessoas diabéticas, mas a verdade é que na terceira idade nosso organismo já não funciona como antes, então o metabolismo de açúcares pode tomar mais tempo para ser processado, então o excesso de guloseimas pode levar aos poucos a problemas como a própria diabetes ou outros.

Utilize os horários das refeições também como um momento para socializar, para conversar com a família, amigos e parentes. Que tal marcar uma visita àquele amigo que você não vê há bastante tempo para um almoço em sua casa? Assim, você pode tornar o momento de suas refeições muito mais prazeroso.

Busque novas receitas culinárias saudáveis! Nunca se é velho demais para experimentar novos pratos e, assim, conhecer os benefícios das aventuras gastronômicas em sua própria casa! Há inclusive livros de receitas dedicados somente a pratos saudáveis, mas caso não tenha acesso a bons livros, você pode encontrar receitas maravilhosas aqui mesmo, na Internet.

O ato de comer não somente é prazeroso para o nosso paladar, mas também para o nosso corpo, como uma forma de repor energias e restaurar células ou tecidos danificados. Saiba aproveitar ao máximo de cada momento da sua alimentação e você terá uma terceira idade mais feliz!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dicas de fitness para idosos

Conforme nossa idade avança, algumas pessoas podem considerar-se cansadas demais ou pouco motivadas à prática de exercícios físicos, mas é nessa fase quando nosso corpo mais requer cuidados e, claro, mover-se constantemente!

Este artigo oferece algumas ideias para que possa introduzir atividades físicas na sua vida ou na de outras pessoas que já tenham alcançado a terceira idade.

Torne os exercícios divertidos!

Se os exercícios são enfadonhos e repetitivos demais, é óbvio que você não se motivará a fazê-los. Aqui, a ideia é unir o útil ao agradável, introduzindo coisas que você gosta de fazer.

Uma boa ideia, por exemplo, pode ser fazer exercícios físicos ao som de músicas que você gosta de ouvir ou na companhia de outras pessoas, assim você pode conversar e socializar-se mais enquanto pratica um pouco de fitness.

Faça exercícios leves

Se você não está acostumado a fazer exercícios, um grande erro que pode cometer é iniciar já pelas séries mais pesadas. Os primeiros dias deveriam ter, como principal missão, mostrar-lhe que é fácil praticar exercícios e manter-se em forma.

Uma caminhada pode ser uma boa ideia, bem como um pouco de natação. Fuja de exercícios pesados demais, principalmente no início!

Faça exercícios acompanhado de amigos ou parentes

Se você é do tipo que adora passar o tempo com família ou amigos, essa será uma excelente ideia.

Quanto mais pessoas participar com você, melhor você se sentirá. Além disso, todos estarão a exercitar-se e, portanto, será muito melhor para a saúde de todos!

Que tal dançar?

Uma outra excelente ideia é a prática de dança! Dançando, você põe seu corpo em movimento, queima gorduras, estimula o sistema cardiovascular e produz endorfina, um analgésico natural capaz de trazer uma sensação de bem-estar e reduzir as dores que você sente durante o seu dia-a-dia.

Apesar deste artigo ser sobre dicas de fitness para idosos, essas dicas podem servir para pessoas de todas as idades!

E lembre-se: quanto mais saudável você mantém o seu corpo, melhor sua mente estará também. Cuide bem de seu corpo e de sua mente e com certeza a vida será muito mais prazerosa e saudável!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Exercícios físicos na terceira idade

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Dicas para uma melhor alimentação na terceira idade

Envelhecer faz parte do processo de amadurecimento e é a comprovação de nossas experiências, entretanto para muitos significa a limitação de suas capacidades, mas isso só ocorre quando não se cuida adequadamente do corpo. Sendo assim, é importante estar ciente sobre como melhor cuidar de seu corpo, seja por meio da prática de exercícios físicos, seja por meio de uma alimentação mais saudável, que é o que discutiremos agora.

A introdução de alimentos mais saudáveis em nossa rotina diária possui vários efeitos benéficos, por exemplo, combatendo as famosas doenças crônicas não-transmissíveis, onde enquadramos a obesidade, problemas cardiovasculares e diabetes. E este é somente um aspecto a se considerar sobre a nutrição: alimentos também são responsáveis por determinar o seu humor e disposição para a execução das atividades diárias.

Quando mais velhos, por mais que não sintamos fome, devemos fugir da tentação de ignorar esta ou aquela refeição, por achar que não precisamos dela. Por diversas razões podemos deixar de realizar uma refeição, mas é importante saber que isso trará consequências negativas para o nosso organismo. Mesmo sem fome, as refeições devem ser respeitadas, pois cada qual possui seu papel e o conjunto delas satisfaz as regras alimentares impostas pela pirâmide alimentar.

Você pode desejar ter um café da manhã não muito volumoso, talvez com pães e frutas, que serão suficientes até o momento do almoço, quando poderá ter uma refeição um pouco mais reforçada. Lembre-se sempre que cada refeição possui seu papel e portanto você não deve abrir mão de nenhuma delas, sob o risco de sofrer mais tarde de alguma debilidade ou mesmo de irritabilidade, como consequência de um cérebro mal nutrido.

E talvez você já tenha visto em alguma propaganda na TV a respeito da importância do cálcio para os nossos ossos – e é tudo realmente verdade, cálcio é vital para a boa estrutura óssea e as consequências de sua deficiência podem ser muito críticas! Alimentos ricos em cálcio (como leite e farelo de casca de ovo) e suplementos alimentares podem ajudar no combate de certos problemas orto-musculares e é sempre melhor prevenir remediar!

Quanto às vitaminas, várias delas são essenciais, como a vitaminas C, D e a B12. A vitamina B12 possui diversos papeis importantes para os sistemas circulatório, digestivo e nervoso – sua deficiência pode levar, por exemplo, à dificuldade de memorização. Uma alimentação enriquecida em vitamina B12 possui seus pontos positivos e pode evitar muitos inconvenientes no futuro.

Com o acompanhamento certo, uma dieta bem balanceada e uma vida mais ativa, você perceberá que terceira idade não rima com inatividade, mas sim com melhor idade! E então, pronto para uma melhor alimentação na terceira idade?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Cuidados na alimentação dos idosos

O envelhecimento natural faz parte do ciclo de vida e não há o que possamos fazer para evitá-lo – entretanto, com os devidos cuidados, podemos estender a nossa longevidade. Uma das preocupações pertinentes a esse grupo de pessoas é quanto à alimentação, pois devido a várias mudanças orgânicas o consumo da mesma pode apresentar um papel diferenciado e ainda mais importante.

Os cuidados na alimentação dos idosos apresentam vários papéis e um deles é garantir que o nosso corpo funcione perfeitamente, reduzindo as chances de desenvolvermos certas doenças bem como tratando outras já adquiridas. Doenças cardiovasculares, orto-musculares, digestivas ou nervosas podem ser combatidas por meio de uma dieta balanceada e adequada para a faixa etária em que a pessoa se encontra.

A fome é um sinal fisiológico de que nosso corpo precisa alimentar-se, entretanto, na medida em que envelhecemos, nossas necessidades nutricionais são reduzidas e, então, esse sinal passa a demorar mais para aparecer. Mas atrasar refeições ou mesmo não alimentar-se em uma delas pelo fato de não sentir fome pode levar a outros problemas, pois apesar de não sentirmos fome isso não significa que não precisamos repor nossas energias. Pessoas que não se alimentam corretamente, independentemente da faixa etária em que se encontram, poderão desenvolver sérias disfunções alimentares, mas tais problemas podem ser ainda mais críticos em pessoas idosas.

Café da manhã, almoço e jantar devem ser cumpridos rigorosamente e o idoso deve manter pelo menos um lanche, possivelmente no período da tarde – assim, pode-se garantir o consumo de alimentos presentes em todos os grupos alimentares. Considere o consumo de pão, leite e algumas frutas no café da manhã, arroz, feijão e/ou macarrão acompanhando alguma carne no almoço e outros alimentos da preferência da pessoa compondo o lanche e o jantar.

O cálcio possui importante papel na formação óssea, de tal forma que seu consumo deve ser feito na quantidade certa: nem muito nem tampouco, pois tanto a deficiência quanto o acúmulo excessivo podem ser prejudiciais. Busque então o apoio de um médico, nutricionista ou outro profissional da área de saúde para saber como melhor inserir alimentos em seu cardápio que garantirão o consumo certo desse mineral.

E as vitaminas também possuem papel importante em nosso corpo: além da muito famosa vitamina C, também a vitamina B12 possui papel de destaque. A deficiência de tal vitamina pode levar a problemas nervosos, como dificuldades em memorização ou concentração bem como acentuar ainda mais a falta de apetite. Sendo assim, é urgente que mantenha sempre uma boa concentração de vitamina B12 em suas refeições a fim de melhor garantir o seu bem-estar.

A dosagem certa de nutrientes e boas medidas preventivas contra doenças crônicas não-transmissíveis podem ser obtidas quando há cuidados cetos na alimentação de pessoas idosas e é isso que você precisa ter sempre em mente!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS