Archive for Planos de Saúde

Seguro odontológico

A busca intensa busca por seguros odontológicos nada mais são do que reflexo da ansiedade das pessoas por soluções interessantes e eficientes no combate a diversos problemas ou inconvenientes bucais aos quais estamos todos sujeitos.

Do simples clareamento à correção ortodôntica, há inúmeras situações em que podemos necessitar do auxílio de um profissional da área de odontologia e há inúmeros seguros e planos por aí – como escolher qual é o melhor para você?

A importância da saúde bucal

De forma geral, a saúde bucal demonstra-se importante pois não podemos considerarmo-nos completamente saudáveis se tivermos problemas em nossa boca. Como podemos viver bem com uma cárie a doer, um problema ortodôntico que pode mais tarde agravar-se ou simplesmente a necessidade de trazer um novo brilho ao nosso sorriso?

A saúde bucal é tão importante que há um profissional preparado especificamente para cuidar dela: o odontólogo, também conhecido como dentista.

Entretanto, o tratamento odontológico pode ser custoso, principalmente quando é requerido o acompanhamento profissional de forma prolongada – e é aqui onde encontramos grande importância nos seguros odontológicos.

O papel do seguro odontológico

Um seguro, como o próprio nome diz, busca trazer alguma segurança e conforto aos seus assegurados a respeito de algum assunto e, no caso do odontológico, não poderia ser outra coisa senão a saúde bucal como um todo.

Se você possui um bom plano odontológico, do simples tratamento de uma cárie à colocação de uma prótese dentária você deveria poder contar com o apoio de uma equipe especializada, entretanto tais planos são muitas vezes subutilizados, o que pode levar a insatisfações do cliente.

Alguns convênios permitem, inclusive, reembolso parcial de despesas com profissionais que não estejam associados à rede do plano – verifique se o plano odontológico que deseja oferece-lhe tal opção, evitando arrependimentos futuros.

Plano Odontológico Individual / Familiar

Se você deseja adquirir um plano odontológico por conta própria, deveria verificar as opções de plano individual (caso seja somente para você) ou familiar (caso deseje incluir marido, esposa ou filho(s) ).

Mas antes de aderir a um plano qualquer, verifique os benefícios oferecidos pelos mesmos, como:

  • Área de cobertura;
  • O que o plano oferece – consultas, urgência, odontopediatria, cirurgia, etc.
  • Carências;
  • Preços e condições para pagamento.

Plano Odontológico Empresarial

Se você possui uma empresa e quer oferecer aos seus funcionários (e talvez seus familiares) benefícios como um plano odontológico, você também precisa estar atento quanto aos diversos tipos de planos existentes no mercado, principalmente quanto à relação custo x benefício, não somente para você, mas também para os seus empregados.

Busque sempre um plano odontológico que seja perfeito para as suas necessidades como pequena, média ou grande empresa. Ah, e não se esqueça de analisar se é mais conveniente um plano com contratação compulsória ou por adesão.

Em resumo, há inúmeros fatores a se considerar no momento da escolha de um seguro odontológico e você não deveria escolher um ao acaso. Pesquise, informe-se – os seus dentes agradecem.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como escolher um bom plano de saúde


Escolher um bom plano de saúde é uma tarefa nada fácil. Cada plano possui diversas informações como tempo de carência, valores para reajustes, área de cobertura e hospitais e clínicas conveniados. São tantas informações que é normal ficar confuso na hora de tomar a decisão.

Entretanto, se você analisar bem os dados, irá identificar quais os melhores convênios médicos para as suas necessidades – isso mesmo, você não deve esquecer de levar em consideração as suas necessidades. O plano de saúde que melhor se encaixa nos interesses de seu vizinho pode não ser o melhor plano para você e sua família, por exemplo.

Como dissemos, há inúmeras informações a se considerar na hora de escolher um bom plano de saúde, mas aqui vai uma lista com as principais a considerar.

Área de cobertura

A área de cobertura desempenha importante papel principalmente para aqueles que precisam ou gostam de viajar com frequência, por exemplo, se o seu plano só cobre o estado em que mora e necessitar de serviços médicos enquanto estiver viajando em outro estado, o que acontecerá?

Caso faça viagens frequentemente, este ponto será muito importante para você. Caso contrário, talvez você não devesse considerar esse ponto como essencial, mas como um “requisito para desempate” caso fique em dúvida entre dois ou mais planos.

Tempo de carência

Um ponto mais do que importante é com certeza o tempo de carência. Tempo de carência é o tempo que você deve esperar até poder utilizar-se de um determinado serviço médico. Atualmente, os planos de saúde especificam o tempo de carência de acordo com o tipo de serviço:

  • Carência para urgência;
  • Carência para consultas;
  • Carência para exames;
  • Carência para internações.

Em outras palavras, se você necessitar de um determinado serviço e o mesmo não estiver disponível devido à carência, infelizmente você terá problemas e terá que pagar por aquele serviço caso não possa esperar (o que não é muito bom em caso de urgências).

Sendo assim, procure sempre planos com baixo tempo de carência.

Tipo de internação

Um outro ponto com bastante importância é o tipo de internação, que definirá o tipo de acomodação em caso de internação. Geralmente a internação pode ser feita em enfermaria ou em apartamento. Como apartamentos são individuais e apresentam maior conforto para o internado e seus visitantes, é geralmente a opção com maior preço, mas que será bastante útil caso necessite de cuidados hospitalares um pouco mais prolongados.

Participação no valor das consultas

Quando um plano diz que há participação no valor da consulta significa que para cada consulta que você fizer, você terá que pagar um determinado valor. Esse valor funciona principalmente como um meio de inibir o cliente de usar desnecessariamente as consultas, mas podem representar alguma frustração caso o mesmo realmente necessite daqueles serviços.

Sendo assim, dê preferência também àqueles que não exigirem participação nas consultas.

Exames e especialidades cobertos

Infelizmente, nem todos os planos cobrem todos os tipos de exames e especialidades, sendo assim, antes de fechar acordo procure saber quais as especialidades cobertas e quais exames você poderá estar fazendo pelo plano, verifique se há algum tipo de serviço que você possa necessitar e que não esteja sendo coberto.

Lembre-se, seja precavido! Será muito frustrante e irritante caso você necessite de determinados serviços e necessitar pagar por isso, mesmo já pagando um plano de saúde!

Infra-estrutura dos hospitais e clínicas conveniados

Um fator muito importante, muitas vezes mais importantes até que o tipo de internação ou custo de mensalidade, é a infra-estrutura dos hospitais e clínicas conveniados. Certifique-se de que os conveniados estão em excelentes condições para atendê-lo caso necessite.

Se necessário, procure informações e opiniões sobre os mesmo pela Internet, pois é melhor gastar um pouco do seu tempo hoje do que arrepender-se amanhã. Não se esqueça que um plano de saúde é algo que provavelmente você manterá por um bom tempo, então uma boa escolha deve ser o primeiro passo.

Plano individual ou familiar

Outro ponto a se observar é se existe a possibilidade de assinatura de um plano familiar que atenda as suas necessidades. Na hora de decidir, verifique  se a adoção do plano familiar realmente lhe traz benefícios como um custo menor, por exemplo!

Custo da mensalidade

E por fim, não podemos nos esquecer do custo da mensalidade – mesmo que não aparente ser muito caro diante dos benefícios, lembre-se que este não será um valor a ser pago somente uma vez, mas sim todo mês.

Entretanto, também não vale a pena escolher o mais barato possível, pois o preço poderá refletir em uma infra-estrutura menos adequada ou até mesmo uma menor cobertura.

Agora é a sua vez: tome nota de todos esses dados de todos os planos que você conhece e, após analisar todos eles, já pode escolher um bom plano de saúde para você!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Medial Saúde

A Medial Saúde possui vários tipos de planos de saúde familiares e individuais disponíveis para pessoa física, além de planos empresariais, de várias formas para empresas de pequeno, médio e grande porte.

Cada tipo de associação tem vantagens diferenciadas para agradar e fidelizar seus clientes.

Depois de comprar a AMESP Saúde, a Medial Saúde ganhou força no mercado e segue na direção de se tornar uma das melhores operadoras de saúde do país.

A empresa tem uma boa avaliação de seus clientes, pois o seu foco é na relação com os mesmos de confiança e oferecer sempre preços compatíveis com a necessidade de cada um.

Os principais planos oferecidos pela Medial Saúde são:

Linha Proteção: Este plano conta com uma grande rede própria da Medial Saúde distribuída pela Grande São Paulo e possui credenciamento ativo com a Total Laboratórios, que tem mais de cinqüenta unidades espalhadas por toda São Paulo.

Linha Conforto: A linha conforto leva a seus clientes uma rede credenciada que atende em todo o território nacional, permitindo ao associado uma livre escolha, com reembolso, garantindo assim o atendimento em bons hospitais e clínicas de todo o país.

Carências comuns a todos os planos da Medial Saúde:

24 h – Urgências e emergências, além de acidentes pessoais.

30 dias – Consultas, exames médicos ambulatoriais, exames de radiologia simples e testes alérgicos.

90 dias – Exames oftalmológicos, de otorrinolaringologia, audiometria e fonoaudiologia (40 sessões anuais), fisioterapia, teste ergométrico, mamografia, ultrassonografia, endoscopia e nutricionista.

180 dias – exames de neurologia, fluxometria, radiologia digital, exames oftalmológicos especiais, ressonância magnética, inserção de dispositivo intra-uterino (DIU), endoscopia, angioplastia, quimioterapia, diálise e hemodiálise.

300 dias – Parto

Os planos da Medial Saúde também contam com um programa de redução de carência, para quem está migrando de outra operadora de plano de saúde. As condições para a redução de carência são:

  • O plano anterior deverá ter condições similares aos planos da Linha Proteção ou Linha Conforto, da Medial Saúde.
  • O cliente tenha ficado pelo menos um ano conveniado ao plano anterior, seja ele empresarial ou individual.
  • A data de pagamento do plano da última mensalidade do plano anterior não seja superior a dois meses.

Não haverá redução de carência nos seguintes casos:

  • Parto
  • Lesões pré-existentes
  • Doenças pré-existentes (como diabetes e hipertensão, por exemplo)
  • Para beneficiários de planos adquiridos antes de janeiro de 1999.
  • Para associados das operadoras de plano de saúde Avicena, Avimed e Itálica. Estes beneficiários deverão obrigatoriamente cumprir toda a carência do plano escolhido.

Para conhecer todos os planos da Medial Saúde, acesse http://www.medialsaude.com.br.

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Planos de saúde SP

A cidade de São Paulo é a maior do país e, justamente por isso, ela concentra muitas pessoas e oferece a elas uma imensa diversidade de planos de saúde.

Além da quantidade enorme de empresas que oferecem planos de saúde em São Paulo, existem também diversos sites especializados em fazer cotações online de preços de planos.

Mas, na hora de escolher o plano, outros fatores devem ser levados em consideração, para que o consumidor não se arrependa mais tarde. Esse é o objetivo deste post.

Planos de Saúde – O que você deve saber

Preços e tipos de coberturas

Os planos e seguros de saúde no Brasil são regulamentados pela ANS (Agência Nacional de Saúde) desde 1998.

  • Leia com atenção o contrato antes de assinar. Verifique as condições de carência, a faixa etária e os percentuais anuais de reajuste, além dos procedimentos médicos cobertos e excluídos do plano escolhido.
  • Antes de fazer a assinatura do contrato, analise bem o custo-benefício do seu plano, para não estourar seu orçamento e nem adquirir um plano com muitas exclusões. Em caso de dúvidas, procure o PROCON – SP, no (011) 3824-0446 ou www.procon.sp.gov.br.

O tipo de plano mais completo é aquele que oferece atendimento em pronto socorro, atendimento ambulatorial e hospitalar, incluindo o parto, além de atendimento odontológico. Pode ser que este tipo de plano fique um pouco mais caro, porém é bem mais completo. E quando você tiver uma emergência, vai poder acionar o seu plano de saúde sem problemas. Lembrete: Este tipo de plano deve ser oferecido por todas as seguradoras e operadoras de plano de saúde.

As operadoras de plano de saúde podem ofertar planos de cobertura local, nacional ou internacional, então faça o plano que melhor lhe convier. Se você não viaja ao exterior, não tem a menor necessidade de contratar um plano de cobertura internacional, por exemplo. Se o fizer, vai pagar mais caro por um serviço que nem irá usar.

Outro detalhe: Quanto à faixa etária, tanto para planos novos como para os antigos, o cliente com idade igual ou superior a 60 anos, que é associado ao plano há pelo menos 10 anos ou mais, não poderá sofrer qualquer tipo de reajuste por faixa etária. Isso é proibido por lei. Outra situação que não é permitida é a interrupção das internações, mesmo que seja na UTI. Não se pode limitar os dias de internação, seja em quarto ou na UTI.

Se você ainda tem alguma dúvida quanto à contratação de um plano de saúde, faça uma pesquisa no nosso blog ou em outros sites confiáveis da internet e faça uma boa escolha! Seu bolso e sua saúde agradecem!

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Carência de plano de saúde

Nos planos de saúde a carência é o tempo estabelecido em contrato, entre a contratação do plano até a sua efetiva utilização pelo cliente.

E, neste período, o segurado faz o pagamento das mensalidades sem poder aproveitar os serviços contratados. Os prazos de carência estabelecidos na lei são de:

  • 24 horas para qualquer urgência ou emergência;
  • 30 dias para as consultas e exames de rotina;
  • 300 dias para a realização de partos;

A carência para a realização de parto é fixa. Então a mulher que contratar o plano de saúde terá de esperar pelo menos 10 meses para fazer o procedimento.

Por isso o ideal é que a mulher entre no plano pelo menos dois meses antes de engravidar para ter o direito de fazer a operação pelo plano de saúde. No último caso, se já estiver grávida, a mulher pode tentar fazer uma negociação com a operadora do plano de saúde para que haja a cobertura das consultas e exames do pré-natal e seja feito pelo menos o parcelamento do parto.

  • 24 meses para a cobertura de doenças ou lesões já pré-existentes antes da contratação de planos.

As doenças pré-existentes são aquelas que já foram detectadas antes da contratação do plano como, por exemplo, o diabetes. Então o segurado só poderá fazer cirurgias relacionadas à sua doença depois deste período de carência.

  • 180 dias para as demais situações;

Mas você deve ter atenção na escolha de seu plano, pois algumas operadoras de planos de saúde oferecem carências menores para os novos clientes, para atrair os mesmos. Por isso, sempre pesquise antes de escolher o plano de saúde.

Para as pessoas idosas, existem algumas operadoras com planos voltados para a prevenção de doenças e vacinas para esse público. Já para os funcionários que foram recentemente contratados em empresas que tem planos de saúde não existe nenhum tipo de carência, até mesmo para o parto.

Para os clientes que estão trocando de plano de saúde, as operadoras possuem um programa de redução de carência. Neste caso, as carências ficam distribuídas da seguinte forma: 24h para as urgências e emergências e 30 dias para quaisquer outras situações, com exceção do parto e das doenças pré-existentes.

A ANS (Agência Nacional de Saúde) divulgou recentemente uma resolução que torna mais fácil a migração de usuários dos planos de saúde anteriores a 1999 para os novos.Esta resolução permite que os clientes troquem de plano sem precisar cumprir a carência.

Os planos novos são regidos pelos procedimentos estabelecidos pela ANS, com um reajuste anual definido pela mesma e não podem receber aumentos pela faixa etária depois dos 60 anos, com exceção dos ajustes referentes à inflação. Esta resolução também é válida para os planos odontológicos.

E então, alguma dúvida sobre a carência de plano de saúde?

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Convênio Amil

A Amil foi fundada por um conjunto de médicos especializados com mais de 30 anos de experiência profissional. Por isso, ela acompanhou as diversas transformações e inovações da medicina e está a par dos melhores tratamentos médicos indicados para cada paciente e das inovações tecnológicas que a medicina oferece hoje.

A Amil disponibiliza uma vasta disponibilidade de planos para seus clientes, para que o interessado possa escolher o que seja mais adequado as suas necessidades e também ao seu bolso.

Ao adquirir um plano da Amil, seja ele qual for, você pode contar com serviços de boa qualidade e profissionais capacitados, além da credibilidade da marca Amil, que é uma das mais fortes do país.

A empresa é adepta ao plano de coparticipação em alguns dos seus planos, já que nesta modalidade a mensalidade do plano é menor e o cliente paga um pequeno valor quando faz consultas e exames pelo plano de saúde.

Todos os planos da Amil oferecem:

  • Rede credenciada abrangente, de ótimo nível.
  • Cobertura de consultas médicas, exames e internações no pronto-socorro.
  • Atendimento telefônico 24h, contando inclusive com médicos de plantão.
  • Planos médicos e odontológicos integrados para qualquer pessoa física.
  • Reembolso para todos os produtos.
  • Planos com atendimento em qualquer parte do território nacional, para que o cliente possa ser atendido em qualquer local onde tenha rede credenciada da Amil.

A Amil também possui parcerias para oferecer a seus clientes medicamentos com desconto de até 50%, além de que os remédios podem ser entregues diretamente na empresa onde o associado trabalha, o que já é uma facilidade a mais.

Para as empresas, a Amil também oferece uma consultoria para identificar nos funcionários as tendências a certas doenças e fazer ações como campanhas de conscientização além de palestras. A empresa que contrata a Amil ainda conta com a facilidade de poder regular o que será incluído ou subsidiado em seus planos empresariais.

Conheça melhor a Amil veja os planos disponíveis em: http://www.amil.com.br

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Intermédica

A Intermédica é uma empresa que oferece planos de saúde para o setor empresarial, e é também uma das maiores do estado de São Paulo. 98,6% de seus segurados têm planos empresariais e o restante é composto por clientes de planos individuais.

A Intermédica possui 40 anos de existência e conta com aproximadamente 6.000 funcionários. Ela atende cerca de 5.000 empresas e mais de um milhão de clientes. Sua rede clínica própria é composta por 90 centros de saúde, 8 pronto-socorros, 7 hospitais e 4 maternidades, distribuídas por todo o estado de São Paulo.

A empresa tem uma estrutura descentralizada que permite um acesso mais rápido aos serviços. A Intermédica tem a fama de trabalhar de forma prática, sem muita burocracia e tem preços bastante acessíveis, o que faz com que ela tenha um alto índice de fidelidade de seus clientes.

A Intermédica tem uma grande rede de credenciamento, com grande abrangência na cidade de São Paulo, em toda grande São Paulo, Baixada Santista e também no interior. O objetivo principal da empresa é o de levar às pessoas a saúde e o bem estar, com preços justos e acessíveis a todos.

Benefícios Extras – A empresa tem vários benefícios adicionais para os seus clientes. Veja algumas vantagens dos planos da Intermédica:

  • Atendimento de Urgência e Emergência: Para os clientes que estiverem em trânsito, independente da localização geográfica, exclusivamente no caso de urgência ou emergência médicas, graças ao credenciamento com vários hospitais brasileiros. Tudo vem descrito no manual do usuário.
  • Centro Médico da Mulher: Foi criado pela empresa para dar atenção exclusiva a saúde feminina. Vários exames clínicos, como o ginecológico, podem ser feitos no próprio Centro, sem a necessidade de locomoção.
  • Centros com horário de atendimento estendido: Para todos os clientes existe o atendimento 24h para urgência e emergência, além de consultas que podem ser feitas fora do horário comercial nas unidades de Caieiras e Jordanésia, em Jundiaí, no Centro de Santo André, em Itapevi e em Sorocaba.
  • Clube TEN – Este clube foi criado para levar aos clientes benefícios para melhorar o seu dia-a-dia, seja na escolha de uma faculdade para continuar seus estudos, na hora de sair e se divertir com os amigos ou mesmo para fazer as suas compras pela internet. Para conhecer o clube TEN, acesse: www.clubeten.com.br
  • Programa de Medicamentos – Através de convênios com as principais redes de drogarias do país, a Intermédica oferece aos seus clientes descontos diferenciados na compra de vários tipos de medicamentos. Para isso, é só o cliente apresentar sua carteira do plano, junto com a identidade e a receita médica na farmácia credenciada.

Para conhecer os planos da Intermédica, acesse http://www.intermedica.com.br/ e escolha o plano que melhor se adequar a sua necessidade.

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Planos Unimed

A Unimed é a maior rede de planos de saúde individuais e empresariais do Brasil, atuante em aproximadamente 83% do país, com vários planos acessíveis a qualquer classe social. A empresa foi criada em São Paulo, no ano de 1967 e hoje atende a mais de 17 milhões de clientes.

A rede Unimed possui 110.000 profissionais de saúde e credenciamento com 3.224 hospitais, além de várias clínicas, ambulâncias, laboratórios e hospitais Unimed. A empresa também ganhou por 17 anos seguidos o prêmio Top of Mind na categoria saúde.

Para os moradores de São Paulo, a Unimed oferece além de seus planos tradicionais, o atendimento de intercâmbio, que faz o socorro do usuário em qualquer parte do país, nos casos de urgência e emergência.

No site da empresa, são disponibilizados vários serviços para facilitar a vida do cliente:

  • 2ª via de boleto bancário para pagamento.
  • Declaração de gastos com o plano (muito útil na hora de declarar o imposto de renda).
  • Solicitação de novo cartão.
  • Solicitação de guia médico.
  • Senha para autorização de internações e exames.

A empresa possui também um plano de redução de carências para os novos clientes que tiveram uma adesão de pelo menos seis meses ou mais no plano contratado anteriormente, desde que o mesmo tenha registro ativo na ANS (Agência Nacional de Saúde). Para aderir ao plano de redução, o cliente deve apresentar:

  • Duas vias do Aditivo de Redução de carência devidamente assinadas.
  • Três últimos boletos quitados da operadora de plano de saúde contratada anteriormente. Não será aceita a redução de carência no caso de atraso com o plano anterior superior a 90 dias.
  • Cópia do cartão do plano de saúde contratado anteriormente.
  • Declaração da empresa, com o nome e dados relativos ao titular e seus dependentes, com a data de início, prazo de permanência no plano.
  • A documentação deverá ser entregue anexada com o Aditivo de Redução ou posteriormente, até no máximo 15 dias depois.

Não poderá haver redução de carência para:

  • Segurados com idade igual ou acima de 60 anos.
  • Doenças pré-existentes, como hipertensão e diabetes.
  • Lesões pré-existentes.
  • Coberturas opcionais.

Para acessar a estes serviços, você deve se cadastrar na área exclusiva para clientes, clicando aqui.

Se você ainda não é cliente da Unimed e quer maiores informações sobre os planos disponíveis, pode entrar em contato com a central de atendimento ou com o plantão de vendas, que possui informações mais detalhadas dos planos através do (011)3113-3001 ou faça uma simulação online de preços no site da Unimed.

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Palavras de especialistas em planos de saúde

Este artigo é fruto de uma pesquisa na web quanto às principais dicas de corretores especialistas em planos de saúde. São conselhos que podem ajudá-lo na hora de determinar se um plano realmente é bom para você ou não.

Para encontrar um bom plano de saúde é necessário que você mesmo faça toda a pesquisa. Certifique-se de que você conhece a legislação vigente que regula vários aspectos dos planos (por exemplo, quanto a carências, aumentos de preços, etc.) e se você já possui algum outro plano de saúde, procure saber se há descontos para quem migra para um novo plano.

E se você está procurando um plano de saúde individual, talvez para ir uma ou duas vez por ano ao médico, realizar os exames de rotina e poder ir a um bom hospital no caso de uma urgência, você deve consultar os principais planos existentes no mercado. Alguns dos que podemos citar são: Saúde Sulamérica, Planos Unimed, Intermédica, Convênio Amil e Medial Saúde.

E se você já possui um bom plano de saúde e precisará passar por algum procedimento cirúrgico, é importante certificar-se de que o plano realmente cobrirá tudo. Especialistas em planos de saúde comentam que há casos em que pacientes vêem-se com grandes problemas após a cirurgia ao descobrirem que o plano não cobria, por exemplo, os serviços do anestesista. Se você deseja realmente evitar essa dor de cabeça, é interessante até mesmo saber, antes de fechar acordo com um convênio, se eles cobrirão realmente todos os profissionais necessários nesses casos.

Escolha um plano de saúde que realmente encaixe no seu bolso e que cubra suas necessidades. Por exemplo, se você não pode pagar um plano de saúde que inclua a opção de apartamento, tudo bem escolher outro que inclua somente enfermaria, mas é muito importante estar certo de que as especialidades médicas de que você pode necessitar serão cobertas!

Alguns tipos de tratamento ou especialidades médicas podem não ser cobertos pelo plano. Por exemplo, alguns planos podem não cobrir suas despesas com fisioterapeuta ou, se cobrem, não cobrirem determinados tipos de tratamento, como sessões de RPG. Desta forma, antes de escolher um plano, esteja certo de que especialidades e tratamentos que você pode precisar serão realmente cobertas.

E saiba utilizar-se de todos os recursos disponíveis a você – por exemplo, a Internet. A maioria das empresas que oferecem planos de saúde e convênios médicos possuem algum website onde podemos consultar suas opções de planos bem como os preços. Algumas até apresentam um catálogo contendo nomes de médicos conveniados por especialidade, o que é muito bom na hora de escolher um plano que seja aceito em muitos lugares e por muitos profissionais. Use isso a seu favor.

No caso de mulheres que desejam ter um filho, caso desejem utilizar-se de um plano de saúde para cobrir tais gastos, é importante estar atento a todas as condições do mesmo: em alguns planos de saúde, partos somente são cobertos após doze meses da assinatura do contrato, em outras palavras, o plano precisa ser assinado muito antes da decisão de ter um filho! Tomar tal cuidado na hora da escolha do plano pode ser a diferença entre um pré-natal e um parto tranquilo e descobrir no último instante que o plano não cobrirá o pré-natal ou o parto e que todo dinheiro gasto nele terá sido em vão.

Tomando esses cuidados no momento da escolha de seu plano, você poderá ficar mais tranquilo e certo de ter feito uma boa escolha.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

O que é plano de saúde?

plano de saúde é um serviço que tem a finalidade de prestar assistência médica, hospitalar e odontológica e é prestado por empresas privadas.

A assistência médica pública é um direito para todos e uma obrigação dos governos municipal, estadual e federal, mas no nosso país isso infelizmente não é seguido à risca, por isso, muitas pessoas preferem contratar um plano de saúde através da iniciativa privada ao invés de ficar dependendo do SUS (Sistema Único de Saúde).

Na contratação de um plano de saúde, a pessoa interessada faz um contrato com a seguradora para usufruir de algum plano previamente escolhido pelo cliente desta empresa. Daí, ele deve pagar todos os meses as parcelas acertadas em contrato para ter direito aos benefícios do plano de saúde escolhido.

Os planos e os contratos apresentados pelas operadoras de plano de saúde estão subordinados a lei 9.656/98 e ao Código de Defesa do consumidor. O setor privado de saúde brasileiro tem duas mil empresas que oferecem os mais diversos planos de saúde que atendem a aproximadamente 43 milhões de clientes.

Para contratar o seu plano de saúde, solicite as propostas nos sites das operadoras dos planos ou converse diretamente com um corretor de seguros de saúde. Existem também as ofertas realizadas usando panfletos e outros tipos de mídias, que podem ser boas. Lembrando que o custo inicial dos planos individuais e familiares são mais caros do que os planos empresariais, que por serem coletivos, se tornam financeiramente mais viáveis.

De acordo com a lei, todas as operadoras de planos de saúde têm de oferecer os serviços de urgência e emergência a partir de 24 horas depois da aprovação e assinatura do contrato. Nos outros casos, como exames, parto, cirurgias e outros procedimentos, ficam submetidos à carência de cada plano, que deverá ser cumprida.

Mesmo sendo um direito garantido por lei, existem alguns procedimentos que tem mais restrições e, por isso, maior carência, e devem ser lidos atentamente pelo cliente antes da assinatura do contrato com a operadora do plano escolhido.

Mas deve-se sempre prestar atenção nos aumentos destes planos, que são feitos todos os anos e podem ser abusivos, o que é considerado ilegal pela ANS (Agência Nacional de Saúde) e fere também o Código de Defesa do Consumidor. No caso de cobrança abusiva, a justiça deve ser acionada pelo cliente que tiver sido lesado pela operadora.

Se você tiver mais interesse em conhecer mais sobre planos de saúde, veja os outros artigos do nosso blog e tire todas as suas dúvidas.

Por Danielle Batista

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS