Archive for Equipamentos

Equipamentos de fitness

Todo mundo quer se sentir em forma e saudável, mas isso não é algo que “cai do céu”. Não, isso exige muito treinamento e, claro, os equipamentos certos para que possamos alcançar nossos objetivos.

Para ajudar você decidimos escrever este artigo falando sobre alguns equipamentos bastante populares e dicas sobre como melhor usá-los.

Esteira ergométrica

Quem deseja perder peso, por exemplo, sabe que um bom exercício pode ser uma caminhada. Nesse caso, um bom par de tênis e uma roupa leve e adequada para caminhadas podem ser mais do que suficientes, mas o que fazer quando não é possível realizar caminhadas em espaço aberto?

Nesse caso, é importante ter uma esteira ergométrica, pois a mesma ocupa pouco espaço em casa e permite que realizemos nossos exercícios físicos de caminha sem sair dela. Entretanto, se você ainda não caminha e/ou corre em espaço aberto e deseja comprar uma esteira, é importante antes consultar-se com um médico para saber se há alguma contra-indicação ao uso da mesma (pessoas obesas, por exemplo, devem usar esteiras ergométricas de forma bastante moderada).

Bicicleta ergométrica

Já para quem prefere ciclismo e não há área destinada para tal fim próxima de sua residência, pode optar pela aquisição de uma bicicleta ergométrica. Uma boa bicicleta ergométrica, de forma similar à esteira, apresenta um dispositivo que informa a velocidade atual do usuário e a duração do exercício atual, bem como uma estimativa de quantas calorias foram perdidas durante o exercício, interessante para quem deseja perder peso.

A bicicleta ergométrica apresenta menos impacto ao nosso corpo do que a esteira ergométrica, mesmo assim é interessante um parecer médico, pois em certas condições seu uso pode ser um pouco incômodo (novamente aqui cabe o exemplo das pessoas obesas).

Halteres

Se você deseja definir os músculos dos braços e do tronco, então o uso de halteres é bastante indicado para o seu perfil!

A principal vantagem dos halteres é seu custo x benefício: eles são bastante baratos e podem ser usados para uma grande variedade de exercícios de resistência muscular. Entretanto, o papel dos halteres em nossos exercícios físicos é bem diferente do papel da esteira ou da bicicleta, de tal forma que o uso destes não impede o uso dos anteriores, pelo contrário, o uso conjunto é muito mais interessante para que seu programa de fitness se torne ainda melhor.

Aparelhos de musculação

E se houver realmente espaço em sua casa e você puder investir um pouco mais, há certos aparelhos de musculação à venda bastante completos que podem ajudá-lo a trabalhar de forma mais organizada um grande conjunto de músculos, entrando aqui também os músculos abdominais e os músculos das pernas.

A única desvantagem deles é, como se pode imaginar, a necessidade de um maior espaço em sua casa bem como de um maior capital para investir em tais dispositivos, mas quem adquire (e realmente usa!) um garante: vale a pena!

E aqui vai uma dica final: Não deposite toda a sua confiança nos equipamentos de fitness! Eles são importantes e podem ajudá-lo a alcançar seus objetivos mais rapidamente, mas eles não “produzem milagres”, isto é, não basta comprá-los, é necessário usá-los adequadamente para exercitar-se de forma disciplinada e persistente!

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Roupa para esportes: qual escolher?


Bom, para praticar esportes é necessário escolher roupas adequadas. Com isso evitam-se certos desconfortos, além de facilitar a prática. Ainda há aqueles que acreditam na redução de cãibras ao escolher bem as roupas para esportes. Mas na verdade isso não acontece, segundo os fisiologistas as cãibras originam-se do metabolismo e, geralmente, ocorre por falta de hidratação.

Para os esportes de lazer é indicado o uso de roupas de cores claras (para diminuir a absorção de calor), levemente folgadas e preferencialmente de algodão e o tênis deve conter amortecimento de impacto, conforto, estabilidade e flexibilidade. O tênis também deve ser escolhido de acordo com o seu tipo de pé (normal, calvo ou plano) e de pisada (pronada, supinada ou neutra). Assim previnem-se danos ortopédicos.

No entanto, para esportes de competições e/ou aqueles que exigem maior esforço físico é interessante roupas que fazem compressão nos músculos. Elas reduzem a fadiga e proporcionam uma melhor recuperação após o treino. Alguns atletas acreditam que o uso dessas roupas aumentam o rendimento nas competições, apesar de não ter sido comprovado cientificamente. Estes tecidos especiais foram originados da mesma tecnologia das meias médicas de compressão, atuantes na circulação sanguínea e resultando numa melhor oxigenação celular.

Além disso essas roupas para esportes de intenso esforço inibem a dor muscular tardia (DMT), aquela dor que surge 1 ou 2 dias depois do treino devido aos microtraumas nas fibras musculares que foram exercitadas. Os microtraumas ocorrem devido às vibrações sofridas pelo músculo durante o exercício. É aí que as roupas especiais entram em ação (dando sustentação aos músculos com a compressão exercida,  fazendo com que as fibras permaneçam preservadas). Os atletas que mais usam esta vestimenta são os ciclistas, nadadores e triatletas.

Quanto maior a duração da prática, parece ser maior sua eficácia. É bom lembrar que essas roupas são feitas com níveis de pressão e que ainda não se tem indicação adequada para uso delas para cada tipo de pessoa, como por exemplo para as variações de medidas corporais que atletas podem ter. Ficando o uso à escolha própria.

No Brasil essas vestimentas são produzidas com média de 10 mm de mercúrio. Médicos afirmam que nível elevado de pressão pode ter efeito contrário na recuperação. Índices maiores que 30 mm de mercúrio só é indicado para tratar problemas circulatórios.

E então, pronto para escolher suas roupas para seus esportes ou ainda há muitas dúvidas?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Monitor cardíaco

O que é um monitor cardíaco?

Um monitor cardíaco é um pequeno equipamento eletrônico que pode ser usado para acompanhar e observar o funcionamento do coração de forma contínua, permitindo às pessoas mensurarem de alguma forma sua frequência cardíaca durante o repouso ou realização de alguma atividade, como por exemplo uma caminhada ou corrida. Versões mais complexas permitem aos médicos verem quaisquer sinais de deterioração ou melhoria e assim tomar as medidas certas imediatamente.

Tipos de monitores cardíacos

Hoje, monitores cardíacos são produzidos por muitas empresas e projetados para diversos tipos de pessoas. Alguns monitores cardíacos, por exemplo, são projetados especificamente para programas de perda de peso enquanto que outros são desenvolvidos para o uso por atletas ou em programas de fitness. Alguns são pequenos e sem fio, ficando “amarrados” ao pulso, similares a relógios, enquanto que outros podem ser maiores ou virem acoplados a outros equipamentos, como em bicicletas ergométricas mais sofisticadas. E quanto ao seu funcionamento, também dependerá da finalidade do monitor. Monitores cardíacos fetais, por exemplo, não emitem ondas eletromagnéticas (comuns em outros monitores cardíacos), uma vez que isso pode afetar a saúde do bebê.

Escolhendo o monitor cardíaco certo para você

Monitores com cinta torácica – monitores cardíacos com cinta torácica geralmente são os monitores mais precisos, principalmente se não são usados corretamente. A cinta é amarrada em torno do tórax e contém um dispositivo capaz de detectar a atividade elétrica do coração e transmiti-la à unidade de processamento do dispositivo – assim como um ECG. Os resultados são mostrados em um monitor, que na maioria das vezes pode ser usado em seu pulso como um relógio. Entretanto, há opções de dispositivos que permitem o envio das informações em formato auditivo por meio de fones de ouvido.

Quem utilizar-se de tal tipo de monitor deve lembrar-se de prender bem a cinta e não a deixar folgada, pois isso pode tornar bastante imprecisa a leitura da frequência cardíaca.

Há outras opções de monitores cardíacos, como aqueles que o fazem a partir do pulso (também similares a relógios) ou a partir de prendedores na ponta dos dedos, entretanto estes outros modelos podem não ser tão precisos quanto aqueles que se utilizam da cinta torácica.

Se você pretende comprar um monitor cardíaco, você precisa perguntar-se sobre quão preciso deve ser o aparelho bem como a forma e finalidade com que você espera utilizá-lo. E por fim, lembre-se de que o uso de um monitor cardíaco não o libera da responsabilidade de realizar suas consultas em um médico regularmente.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS