Archive for Dores

Dores nas costas?

Não adianta fugir: quanto mais o tempo passa, quanto menos jovens nos tornamos, mais o seu corpo irá mudando. Mulheres desesperam-se com rugas, homens podem até esconder os cabelos brancos, mas o que realmente pode marcá-lo são as dores nas costas, resultantes de noites mal dormidas ou de péssimas posturas adotadas, seja na hora de dormir, seja no trabalho. Para ajudá-lo um pouco mais quanto a este assunto, falemos então a respeito de algumas das causas mais comuns.

A primeira delas são, com certeza, as noites mal dormidas ou o hábito de dormir em posições errôneas. Certas posturas adotadas na hora do sono podem deixar sua coluna vertebral em uma posição que forçará mais a mesma. Como consequência, ao acordar você pode sentir-se um pouco “travado”, isto é, sem conseguir mover-se direito por causa de dores nas articulações das costas ou dos ombros. A melhor forma de resolver tal problema é verificando e corrigindo os seguintes pontos:

  • O colchão – às vezes nosso colchão já está bastante velho ou sua densidade não está adequada para o nosso corpo, o que acaba por prejudicar a nossa postura. Se o colchão não está adequado, não há outra alternativa, terá que trocá-lo;
  • O tempo de sono – um outro grande problema é que muitas vezes dormimos menos do que deveríamos. A duração ideal do sono varia de acordo com cada pessoa, mas é interessante que durma ao menos sete horas diárias;
  • A posição em que dorme – procure dormir em uma posição que mantenha sempre a sua coluna corretamente alinhada.

Uma segunda causa das dores nas costas pode ocorrer no local de trabalho, geralmente relacionado a como trabalhamos. No caso de quem carrega equipamentos pesados, talvez a postura durante tal ação esteja a prejudicar seu corpo. No caso de quem trabalha muito tempo em escritório sentado, é bom estar atento para as condições de sua cadeira e de sua mesa, bem como a postura que adota enquanto está trabalhando, pois esta pode ser a principal vilã. A fim de evitar passar muito tempo em uma postura incômoda, é bom tomar pausas regulares durante o trabalho (cinco minutos de pausa a cada hora, por exemplo) e aproveitar esse tempo para caminhar um pouco pelo ambiente de trabalho.

E uma terceira grande causa das dores nas costas é a falta de exercícios físicos. Pessoas que praticam atividades físicas geralmente sentem menos dores porque o próprio exercício físico ajuda a “lubrificar” as articulações, reduzindo assim o impacto sentido sobre as mesmas quando precisam movimentar-se. Então, se você possui uma vida muito sedentária e está a sentir dores nas articulações ou dores musculares, talvez uma mudança em sua rotina, incluindo a prática de algum esporte ou indo a alguma academia, possa ajudá-lo a resolver seu problema.

Não importa qual é a causa de suas dores, você precisa realmente resolver isso o quanto antes. Ignorar as dores nas costas pode não ser uma boa ideia e se mesmo seguindo essas dicas as dores persistirem, o melhor a ser feito é visitar um ortopedista especialista em coluna vertebral, pois ele poderá orientar-lhe melhor quanto a como proceder.

Dores nas costas?

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Caminhada ajuda a aliviar dores nas costas


Aquilo que muitos já sabiam (ou suspeitavam) de forma intuitiva agora foi comprovado por meio de pesquisa científica: caminhar pode ter efeito benéfico no alívio de dores na coluna.

A partir de uma amostragem de 52 pessoas com dores na região lomba, as pesquisadoras Ilana Shnayderman e Michal Katz-Leurer dividiram em dois grupos onde um trabalho um programa de caminhada aeróbica enquanto o outro grupo participou de um programa de fortalecimento dos músculos abdominais.

Em ambos os grupos percebeu-se melhoria significativa quanto às dores nas costas, entretanto o grupo que praticou caminhada teve outros benefícios subsequentes do tipo de atividade promovida, dentre eles redução da pressão arterial, alívio do estresse e desenvolveram uma rotina diária mais ativa.

É claro que, para atingir a plenitude dos benefícios proporcionados, é importante que alguns cuidados sejam tomados durante a caminhada: a escolha de roupas e calçados confortáveis para a execução de tal atividade, manter durante toda a mesma uma postura correta, caminhar pelo menos 30 minutos e no máximo uma hora, hidratar-se bem antes e após a atividade física.

A prática de atividades físicas ajuda o organismo (mais especificamente a hipófise) a produzir endorfina, um neurotransmissor que ajuda a provocar a sensação de bem-estar bem como posso efeito analgésico. Além disso, realizar caminhadas mantendo uma postura correta ajuda o organismo a aliviar as tensões provocadas sobre músculos e ossos decorrentes de horas sentado ou deitado em posições inadequadas.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Como livrar-se de dores nas costas

Se você sofre de dores nas costas, é bem certo que não sofre sozinho: há muitas pessoas que sofrem desse mesmo problema. Dores nas costas podem ser consequências de algum hábito ruim (como a má postura da coluna vertebral ao sentar-se) ou pode ser um sintoma de alguma complicação mais grave. A melhor forma de compreender do que se trata é tomar algumas medidas para livrar-se das dores nas costas e, caso nenhuma delas funcione adequadamente, então é uma boa ideia procurar assistência médica para compreender se pode se tratar de um problema maior.

A dor na parte inferior das costas é o tipo mais comum e é a segunda na lista de razões pelas quais as pessoas vão a um médico, mas algumas mudanças simples podem parar tais dores lombares, entretanto devem ser implementadas corretamente para que os benefícios sejam realmente perceptíveis. Uma vez que quase todas as pessoas sentem dores nas costas em algum momento de suas vidas, adotar algumas medidas preventivas pode fazer-lhe muito bem.

Nunca tente ignorar suas dores nas costas. Como dissemos anteriormente, elas são um sinal de que algo está errado em seu organismo! Entretanto, muitas pessoas simplesmente não “escutam” seus corpos e ao ignorar tais sintomas podem se expor a problemas ainda maiores. Tentar seguir com sua rotina diária sem lidar corretamente com a dor somente piorará essa situação. Se fizer isso, chegará a um ponto em que a dor é tão insuportável que não poderá continuar suas atividades.

Tente descansar um pouco tão logo sinta tal dor, evitando assim torná-la ainda pior. Se a sua dor desaparecer durante esse período de tempo, então talvez fosse somente um problema de postura, uma lesão pequena e em estágio inicial ou outra coisa não muito grave. Por outro lado , se a dor continua a mesma ou aumenta, você vai precisar entrar em contato com um médico para tentar determinar a causa. Não tome um período de descanso maior do que dois dias inteiros, pois tanto tempo com o corpo em repouso pode levar seus músculos a começarem a atrofiar.

Para evitar dor desnecessárias em suas costas, é melhor garantir que sua postura está correta, seja deitado, em pé ou mesmo sentado . É errado supor que lesões nas costas são causadas apenas pelo esforço excessivo, um acidente ou uma queda. Ficar em pé ou sentado na mesma posição por horas também pode causar dores nas costas.

Assim, se você tem dor nas costas, certifique-se de manter sempre uma boa postura ao realizar as tarefas domésticas, como limpeza ou aspiração. Inclinar-se ao usar um aspirador de pó ou curvar-se sobre a pia enquanto lava pratos pode agravar suas dores. Sempre mantenha uma postura correta enquanto cuida de sua casa.

E se costuma sentir tais dores enquanto está em seu local de trabalho, então dê uma caminhada durante suas pausas a fim de relaxar um pouco mais o corpo. Esticar os braços e as pernas também vai ajudar a alongar os músculos das costas, levando a menos lesões associadas à compressão cumulativa ao longo do dia de trabalho.

Como você pode ver, existem inúmeros medidas preventivas ou paliativas para dores nas costas. Apesar de que elas não curam todos os tipos de dores, são uma forma de fazer um autodiagnóstico antes de proceder para uma visita médica, quando não se pode descobrir sozinho a causa e como resolvê-las.

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS