Giga Mundo – Saúde

Sua fonte de informação sobre saúde na Internet!

Giga Mundo – Saúde Ansiedade Transtorno Obsessivo Compulsivo

Transtorno Obsessivo Compulsivo

transtorno obsessivo compulsivo mais conhecido pela sigla TOC ficou famoso depois que algumas pessoas famosas sempre presentes nas mídias resolveram assumir publicamente que são portadoras do transtorno. Na realidade bem mais comum do que parece, o transtorno obsessivo compulsivo  é um distúrbio de ansiedade caracterizado por manifestações de alterações comportamentais como os chamados rituais de repetição ou evitação ou as compulsões, além de alterações nas emoções e nos pensamentos.

No caso das emoções essas mudanças comportamentais são caracterizadas por uma sensação de desconforto do indivíduo, aflição, sentimentos de culpa e em alguns casos sintomas de depressão. No que diz respeito aos pensamentos eles são caracterizados  por preocupações excessivas ou ainda  dúvidas e pensamentos obsessivos em relação a algum fato.

Principais Sintomas do Transtorno Obsessivo Compulsivo

De acordo com profissionais especializados na área de saúde mental os principais sintomas do transtorno obsessivo compulsivo são: Presença constante na mente do paciente de  pensamentos obsessivos normalmente  acompanhados  por sensações de desconforto ou de ansiedade, bem como de compulsões com rituais de repetição que são utilizados como uma maneira de diminuir a aflição que os pensamentos obsessivos causam nos portadores de TOC.

Segundo especialistas uma das obsessões mais frequentes nos pacientes é uma excessiva  preocupação com a higiene ou limpeza, o que provoca  a compulsão de repetidas lavagens ou higienizações. Outro exemplo clássico são os pensamentos de dúvida o que resulta sempre em verificação. Por exemplo o individuo com transtorno obsessivo compulsivo quando sai de casa fica em dúvida se fechou a torneira do gás, e essa dúvida o faz retornar ao lar para verificar o fato, muitas vezes quando já esta bem longe do local.

As obsessões são impulsos ou pensamentos que tomam conta da mente da pessoa portadora do transtorno de uma maneira intensa, repetitiva e persistente. Normalmente são frases, números, alguma música, algumas imagens ou frases, ocasionando nos pacientes uma sensação de angústia, culpa ou medo, pois muitas vezes a obsessões são estranhas a natureza do indivíduo. O sofrimento que é sentido decorre do fato da pessoa não conseguir afastar esses pensamentos mesmo que faça força para tal.

De acordo com profissionais da área, os pensamento obsessivos que aparecem com mais regularidade são: Excessiva preocupação da pessoa com uma possível contaminação por micróbios ou sujeira;Pensamentos estranhos à índole da pessoa como agredir ou insultar alguém;religiosidade com sentimento de culpa, pecado,ou blasfêmias e sacrilégios; pensamentos impróprios de imagens de cunho sexual, normalmente associadas a um comportamento sexual obsceno e agressivo;

Necessidade de armazenamento ou acúmulo de objetos ou coisas de que a pessoa não precisa; pensamentos que a pessoa não deseja de cenas, músicas ou imagens desagradáveis;preocupação excessiva com possíveis enfermidades; Pensamentos de superstição como só usar uma determinada cor de roupa, ou ter medo de datas específicas ou horários por achar que poderá acontecer alguma desgraça nesse momento.

Esses pensamentos obsessivos são os que originam as compulsões que se caracterizam por um comportamento repetitivo em resposta à aflição sentida pelo paciente em virtude desses pensamentos. Dentre as compulsões mais conhecidas estão: Ato de higienizar as mãos várias vezes ao dia; repetir de maneira contínua números ou frases; armazenar objetos que não são úteis para a pessoa; alinhar de maneira precisa objetos de uso pessoal, como canetas ou roupas por exemplo;fazer constantes verificações se houver algum tipo de dúvida.

As compulsões na realidade funcionam como um mecanismo de defesa para aliviar a ansiedade que o paciente vivencia.

Causas e Tratamento do TOC

Segundo especialistas apesar de varias hipóteses levantadas pelos cientistas ainda não foi comprovada até o momento, a causa do aparecimento do transtorno obsessivo compulsivo nos seres humanos. Segundo esses profissionais  a etiologia do TOC pode estar associada a vários fatores  como por exemplo a genética do paciente, aspectos biológicos e de neuroquímica cerebral, fatores de ordem psicológica, lesões no cérebro, hiperatividade em algumas áreas cerebrais entre outros.
Os tratamentos utilizados e que alcançam algum resultado são os que combinam medicamentos antidepressivos com a realização de uma psicoterapia sendo que a mais frequente usada no caso de transtorno obsessivo compulsivo é a terapia cognitiva comportamental.

Vale ressaltar que o transtorno obsessivo compulsivo é um distúrbio que causa grande sofrimento mental aos seus portadores chegando a interferir em suas vidas profissionais, familiares, sociais e afetivas. Por isso quando detectados alguns dos sintomas apresentados o indivíduo deve procurar logo um acompanhamento médico e psicológico, para que possa melhorar sua qualidade de vida e ter uma sensação de alívio diante da aflição e ansiedade que esse transtorno pode causar.

Por Salete Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TopBack to Top